Top 5: Nirvana

Hey pessoas!! Como vão??

 

Se existem duas datas no calendário de qualquer fã do bom e velho rock’n’roll que sempre significarão alguma coisa, independente do ano, são 20 de fevereiro e 05 de abril.

Isso porque, em 20 de fevereiro de 1967, nascia na cidade de Alberdeen em Washington o cara que revolucionaria a cena do punk rock mundial e se tornaria uma das maiores lendas do rock: Kurt Donald Cobain. E apenas 27 anos depois, em 05 de abril de 1994, esse mesmo cara daria fim à própria vida, deixando uma carta de suicídio onde dizia que “era melhor queimar de uma vez, do que ir se apagando aos poucos”, algo sobre morrer no auge em vez de arriscar cair no esquecimento…

Quando o Nirvana estava no auge eu ainda era um bebê e só fui conhecer sua obra uns 15 anos depois. Não vou mentir e dizer que é a minha banda favorita (eu prefiro Foo Fighters e Red Hot), mas é impossível para mim gostar de rock e ignorar tudo o que o Nirvana significa. Acho que, se existisse uma escola que ensinasse como ser um roqueiro de verdade, haveria uma matéria toda dedicada ao impacto que o Nirvana teve no mundo da música e uma outra inteiramente dedicada a tentar entender como funcionava a cabeça perturbada e genial de Kurt Cobain.

E como eu sou uma pessoa mais propensa a comemorar nascimentos, fica para hoje, dia em que Kurt comemoraria 50 anos de vida, o Top 5 inteiramente dedicado à maior banda do movimento punk/grunge de todos os tempos.

Senhoras e senhores, com vocês, as minhas cinco músicas favoritas do Nirvana!

 

5. Lithium

 

4. Sliver

 

3. Pennyroyal Tea

 

2. Smells Like Teen Spirit

Porque hino é hino…

 

1. Come As You Are

Mais conhecida como uma das poucas músicas que eu sei tocar no violão…

 

Pronto! Essas são minhas cinco músicas favoritas do Nirvana! Lembrando que esta lista é totalmente baseada no meu gosto pessoal e não tem nada de técnico ou profissional, beleza? É tudo na base do ouvido mesmo…

Agora me contem, vocês curtem Nirvana? Qual sua música favorita e por quê? Deixem nos comentários!

kurtgif

Por hoje é isso e keep exploring!

assinaturajubs

Top 10: Músicas que completam 10 anos em 2017

Hey pessoas!! Como vão??

 

Eis que depois de muito tempo, olha quem está de volta aos palcos do L’Explorateur: nossas playlists!!! Yaaaay!

E para começar mais uma semana cheia de música, que tal voltarmos um pouquinho no tempo? Bom, a música tem esse poder, né? Ela consegue mexer com as nossas emoções, despertar sensações e nos fazer viajar no tempo… Eu não sei vocês, mas cada momento da minha vida foi marcado por músicas e toda vez que eu as ouço, é como se voltasse a viver tudo aquilo…

Bom, o meio para o fim dos anos 2000 pegaram bem o ápice da minha adolescência, regada a muitos shows, horas de internet procurando bandas e músicas novas e muitas horas vidrada nos programas da MTV (quando eles ainda prestavam), então vocês devem imaginar o quanto foi difícil reduzir esta lista a apenas 10 músicas, né?

Mas enfim, fiz meu melhor e vocês conferem agora o resultado!

 

1. Beyoncé feat. Shakira – Beautiful Liar

Vamos começar com lacre duplo? Sério, tô aqui até agora tentando decidir quem tem o melhor rebolado…

 

2. Rihanna feat Jay Z – Umbrella

Aqui temos uma Rihanna pré tatuagens  e pré vida loka já começando a dar seus primeiros passos rumo à diva que ela viria a se tornar hoje…

 

3. Paramore – Misery Business

Primeira vez que ouvi a voz poderosa e angelical da Hayley e me apaixonei… Continuo ouvindo essa música…

 

4. Pitty – Pulsos

Uma das minhas favoritas da Pitty ❤

 

5. Natiruts – Natiruts Reggae Power

Outra música que eu continuo ouvindo até hoje e que tem uma vibe incrível!

 

6. Avril Lavigne – Girlfriend

Ah Avril e seu pop punk cor de rosa e de salto alto…

 

7. Britney Spears – Gimme More

Britney e sua volta “triunfal” depois da doideira que levou a bichinha a raspar a cabeça…

 

8. Timbaland feat. Nelly Furtado & Justin Timberlake

Qualquer lista de músicas lançadas que você consultar, pode ter certeza que vai encontrar um desses três aí de cima. No final dos anos 2000 eles eram OS nomes na cena pop/hip hop/rnb, então decidi pegar uma música só que tivesse os três.

 

9. Strike – Paraíso Proibido

Trilha de 10 entre 10 festinhas da turma da escola, essa música fez parte do boom de bandas de hard core nacionais que marcou essa época…

 

10. Gwen Stefani – The Sweet Escape

E para fechar, esse chicletinho da Gwen Stefani que eu já cantei muuuuito…

 

E aí, que tal essa nossa viagem no tempo, galera? Eu revi minha adolescência inteira neste post aqui e aposto que muita gente aí também… Agora, me contem aí, o que vocês estavam ouvindo em 2007??

Bom, fiquem ligados que semana que vem tem mais playlist, hein!

 

Por hoje é isso e keep exploring!

assinaturajubs

Barulho: Novidades Emicida

Hey pessoas!! Como vão??

 

Ano passado Emicida e sua turma fizeram o maior barulho no São Paulo Fashion Week com  o desfile da Yasuke, coleção da marca LAB que ele tem em sociedade com seu irmão, Evandro Fióti.

Eu lembro que, quando eu assisti o vídeo do desfile, fiquei doida pela música que serviu de trilha. Acontece que essa música não fazia parte da discografia do Emicida, mas o cara é tão incrível que escreveu e produziu uma faixa só para aquela ocasião!!!!!!

Sem mais delongas, se vocês ainda não conhecem, eu lhes apresento “Yasuke”:

Com uma letra forte, cantada numa cadência hipnotizante, Yasuke foi inspirada na vida do samurai negro de mesmo nome e cumpriu com maestria a improvável missão de misturar a África e o Japão.

Ela conta com uma qualidade muito comum nas músicas do Emicida: todas as letras do rapper são tão cheias de referências históricas e culturais, que você termina de ouvir já querendo pesquisar tudo o que ele falou para se aprofundar. Ele estuda e compõe músicas que enchem, não só os ouvidos, mas também a nossa mente. É como se a gente ficasse mais inteligente só por ouvi-las.

E como ele não veio a esse mundo a passeio, alguns dias antes de lançar Yasuke, Emicida lançou, em parceria com o SOS Mata Atlântica o clipe em 360° de “Casa”. Uma das minhas músicas favoritas de seu álbum mais recente:

O clipe foi lançado para celebrar os 30 anos do SOS Mata Atlântica, um projeto que protege o Bioma Mata Atlântica, que é tão importante para a “saúde” do mundo. Para saber mais sobre, clique aqui.

E não tinha como ser melhor. Com um clipe todo tecnológico, que pode ser visto em 360° e em Realidade Virtual, a mensagem de que a Mata Atlântica é o nosso lar não poderia ficar mais clara. E se somarmos a isso o refrão da música, que é um dos que eu mais gosto, aí é só amor!

Lembram que eu falei ano passado para ficarmos de olho no Emicida em 2017? Bom, com esses dois lançamentos de arrasar em tão pouco tempo, parece que eu estava certa, né?

E aí, gostou mais de qual das duas músicas? Eu ainda não consegui me decidir…

 

Por hoje é isso e keep exploring!

assinaturajubs

 

Barulho: Novidades Lady Gaga e Fergie

Hey pessoas!! Como vão??

 

Enquanto houver 2016, vai ter artista lançando coisa nova, sim! E hoje é dia de falar dos mais recentes lançamentos de duas divas do pop!

A primeira delas é a Fergie, que decidiu seguir um rumo totalmente oposto ao que nós vimos em “M.I.L.F.$”… Com uma pegadinha mais pop e mais parecida com o que estamos acostumados a ouvir, ela lançou há alguns dias “Life Goes On”.

Era esse o tipo de coisa que eu estava esperando quando soube que a Fergie ia voltar! “M.I.L.F.$.” foi uma tentativa até que válida, mas convenhamos, era apelativa demais. Já “Life Goes On” tem frescor, mas com aquele leve aroma de músicas que a gente já conhece e ama, como “Big Girls Don’t Cry”…

Enfim, sabe como eu sei que gostei de uma música? Quando o refrão dela fica na cabeça mesmo depois de um tempo que eu ouvi e foi o caso aqui… Achei uma boa pedida para as nossas playlists de verão… #ficadica

Agora, numa pegada mais deprêzinha, mas totalmente maravilhosa, temos a Mother Monster que você mais respeita. Lady Gaga apresenta: “Million Reasons”!

No caso de Gaga, a música em si não é novidade, já que ela vinha apresentando-a em alguns pequenos shows que tem feito para divulgar a turnê, mas mano, que música boa do caramba!

Ela é crua, simples, dolorosa e linda! E não vou nem me dar ao trabalho de falar sobre a voz da Gaga, porque é só você ouvir para se arrepiar e entender… Sabe qual o nome disso, amigo? Qualidade! Artigo que anda bem em falta no mundo pop ultimamente…

O clipe é tipo uma continuação de “Perfect Illusion” e eu entendi que Gaga quis passar que depois de toda aquela explosão, veio o choque de realidade e, com ele, a depressão. Tenso, né?

Mas digam aí, o que vocês acharam das músicas? Qual das duas divas do pop se saiu melhor nas novidades?

 

Por hoje é isso e keep exploring!

Assinaturas

Top 10: As Melhores de 2016 (na minha humilde opinião)

Hey pessoas!! Como vão??

 

Chegou aquela época do ano em que a gente faz um balanço geral de tudo o que aconteceu de bom ou ruim nas nossas vidas, né?

Bom, 2016 foi um ano puxado no quesito político, social e econômico, mas pelo menos no mundo da música as coisas foram um pouquinho melhores.

Tivemos algumas importantes perdas musicais sim, mas tivemos bastante coisa nova e de qualidade chegando. E como não poderia deixar de ser, aqui no L’Explorateur vai rolar a já tradicional lista das 10 melhores músicas lançadas no ano!!

Já vou avisando que esta lista é muito pessoal, então não estranhem se não rolarem por aqui músicas que estão bombando nas rádios, porque vai ser uma questão de gosto mesmo, ok?

Vamos começar?

 

10. The Chainsmokers feat. Halsey – Closer

Escolhida por 10 entre 10 blogueiras famosinhas como trilha sonora de seus vídeos, eu confesso que nunca na minha vida tinha ouvido falar em The Chainsmokers antes de Closer. Comecei a gostar há pouco tempo, um pouco mais tarde do que a maioria das pessoas, mas a música é boa e cativante, por isso entrou na lista! 😉

 

9. Blink 182 – Bored to Death

Entre os muitos lançamentos do ano, estão os de bandas já consagradíssimas que resolveram voltar à ativa com tudo! Esse foi o caso do Blink com sua Bored to Death que gruda na cabeça e me fez cantar alto várias vezes durante o ano…

 

8. Adele – Send My Love (To Your New Lover)

Adele foi uma das que guardou seu retorno bombástico para 2016 e não fez feio! Todo mundo sabe que ela é a rainha das músicas de fossa, mas sabe que eu gosto mais quando ela deixa a depressão de lado e canta com atitude?

 

7. Karol Conká – É o Poder

Já gostava dela, mas esse ano Karol Conká, a musa do empoderamento feminino, garantiu espaço vitalício no meu coração!

 

6. Rihanna feat. Drake – Work

Você ainda aguenta ouvir Work? Hahahaha… Eu não aguento mais e é de tanto já ter ouvido que ela não poderia faltar nessa lista, né?

 

5. Braza – Embrasa

Quando Forfun se dissolveu e acabou, deixou muitos órfãos por aí. Mas a tristeza durou pouco, porque logo veio Braza contando com três integrantes da extinta banda e trazendo muita bagagem forfunática… Embrasa não é nem de longe a melhor música do primeiro álbum dos caras, mas entrou na lista por ter sido o carro-chefe que coroou essa nova fase…

 

4. Bruno Mars – 24K Magic

Mais um dos grandes retornos de 2016! Adoro quando o artista já chega chegando, cheio de qualidade e tenho certeza de que ainda vamos dançar muito ao som de 24K Magic em 2017…

 

3. Green Day – Bang Bang

Uma das melhores coisas desse ano foi redescobrir meu amor de adolescência pelo Green Day. A cada lançamento eu sentia um misto de surpresa e reconhecimento que só uma banda muito boa e com muitos anos de estrada é capaz de proporcionar…

 

2. The Weeknd – Starboy

Sabe quando você conhece e curte meia dúzia de músicas de um artista e é só isso? Posso dizer com a boca cheia que minha relação com The Weeknd mudou completamente esse ano exatamente por causa dessa música aí… Se meu cachorro falasse, ele confirmaria para vocês que eu canto e danço feito louca toda vez que Starboy começa a tocar…

 

1. Beyoncé – Formation

Alguma dúvida de que essa seria a melhor música de 2016 na minha opinião? Queen Bey não só lançou um álbum maravilhoso, acompanhado de um filme-manifesto tão maravilhoso quanto, como também teve o poder de elevar a autoestima do povo negro que andou tão precisado desse boost de confiança… Não só Formation, como o Lemonade inteiro é, com certeza, a melhor coisa que me aconteceu em 2016…

 

E pronto! Essas são minhas melhores músicas de 2016! Cara, foi muito difícil diminuir a lista para só 10, mas eu estou satisfeita com as escolhidas…

Agora me conta aí, concorda com as minhas escolhas? Quem você acha que foi o maior nome no mundo da música em 2016? Que nomes não poderiam faltar na sua lista?

 

Por hoje é isso e keep exploring!

Assinaturas

Top 5: Músicas Emocionantes

Hey pessoas!! Como vão??

 

O Top 5 da semana passada trouxe músicas carregadas de mensagens de força e perseverança e nada melhor do que isso para a gente conseguir prosseguir nesse restinho de 2016, né?

Bom, eu acredito muito que o dever da música seja esse. Nos entreter, nos divertir mas também nos fazer refletir e nos emocionar. E, de vez em quando, a gente tem que deixar um pouco a força de lado e permitir que a emoção tome conta…

Acho que quando a pressão do dia a dia é demais, a gente precisa descarregar as emoções para poder aliviar e ficar pronto pra outra! Vai, confessa. Você já se sentiu mais leve depois de extravasar suas emoções com uma boa chorada? Eu já! E tem umas músicas, meus amigos, que me emocionam e me fazem chorar igual um bebê, hahahah!

Então, para aqueles momentos em que você precisar descarregar, pegue seus lencinhos e confere esse Top 5 de hoje…
1. Creed – With Arms Wide Open

Desde a minha adolescência, quando essa música fazia parte da trilha sonora da Malhação, eu sempre a achei muito forte. Depois fui ver a letra e descobri que ela foi escrita pelo Scott, vocalista da banda, quando ele descobriu que iria ser pai e aí ela passou a me emocionar muito mais…

Letra e tradução

 

2. Christina Aguilera – The Voice Wittin

Nesse caso aqui, o que me emociona é a interpretação da Christina nessa música tão forte, que fala sobre confiar na intuição em momentos de fraqueza…

Letra e tradução

 

3. Emicida – Crisântemo

Eu sempre falo que o Emicida arrasa nas letras, né? Então não tinha como ser diferente ao falar de seu falecido pai e de como ele era ausente, mesmo quando estava presente. Ouçam até o final, porque as palavras da Dona Jacira, mãe do Emicida, no final são de cortar até coração de pedra…

Letra

 

4. Adele – Someone Like You

Aoooow, sofrência!!! Hahahah… Quem nunca ouviu essa música no repeat para tenta curar um coração partido ou postou a letra no Face pra mandar aquela indireta pro ex?

Letra e tradução

 

5. Evanescence – My Immortal

Vai dizer que na adolescência você não chorou nem uma vezinha ao som da voz de Amy Lee??

Letra e tradução

 

Nossa, não vou mentir, rolaram umas lagriminhas básicas aqui para escrever este post, hahaha… Mas as lágrimas fazem parte da vida tanto quanto os sorrisos, né?

Agora me digam, quais músicas fazem vocês chorarem feito bebezinhos? Vamos compartilhar essa sofrência, meu povo!

 

Por hoje é isso e keep exploring!

Assinaturas

Barulho: Emicida – Mandume

Hey pessoas!! Como vão??

 

Atenção porque o Barulho de hoje está quentinho, recém saído do forno!! É que foi lançado anteontem, dia 05 de dezembro, o mais novo clipe do Emicida!

A música da vez é Mandume, que conta com a colaboração mais do que especial dos outros rappers Drik Barbosa, Amiri, Rico Dalasam, Muzzike e Raphão Alaafin e, gente, abaixa porque lá vem tiro!

Ano passado, quando falei sobre o “Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa“, último álbum do Emicida de onde saiu Mandume, lembro que mencionei aqui que esta era umas das melhores músicas do álbum, com uma rima mais pesada do que a outra. Tem tanta verdade, tanta revolta nela que eu não imaginei que eles fossem se atrever a fazer um clipe…

Mas eles foram lá e fizeram! E o resultado foi esse aqui:

“A história de ‘Mandume’ fala sobre resistir e vencer. Esses pontos são comuns na vida de muitos brasileiros e brasileiras. Todos os dias, há tempos, o que fazemos é sacudir a poeira e dar a volta por cima. Tenho um sonho antigo, de a TV e o entretenimento em geral serem um espelho das calçadas. Sempre produzimos vídeos pensando nisso, e ‘Mandume’, com a Gabi Jacob, vem na mesma pegada. Estou muito feliz por cada uma das participações no projeto, cada uma das pessoas ali é um universo de criatividade e força incrível, trazendo uma homenagem à altura ao grande rei Mandume e a cada um dos que resistem dia após dia nas ruas desse mundão!” (Texto tirado do site do Emicida)

Representatividade, meus amigos!! Racismo, feminismo, homossexualidade, religião, escravidão, herança cultural, resistência… Tá tudo aqui e colocado de uma maneira tão incrível, tão honesta que eu sentia arrepios percorrendo meu corpo a cada minuto desse clipe. A música sozinha já tinha esse efeito, mas com o clipe, ele foi elevado à décima potência!!

Para mim, o destaque ficou por conta da parte da Drik Barbosa! As rimas dela foram certeiras, afiadas e completas. Por ser a única mulher que canta na faixa, me deu um orgulho imenso de ver que ela foi, definitivamente, a que rimou melhor.

drikbarbosa

Para tornar as coisas ainda melhores, o clipe de Mandume ainda serve de fashion film da Yasuke, linha da marca Lab do Emicida e de seu irmão Evandro Fióti. Aí, você não só fica de cara com a mensagem passada, como também fica babando pelos looks exibidos… Só amor aqui!

E se por acaso você estiver curioso para saber como foi o desfile da Lab que deu o que falar no SPFW, confira o vídeo abaixo e comprove que todo o sucesso foi mais que merecido!

E aí, curtiram a novidade? Pra mim, foi a prova de que 2016 não foi um completo desperdício…

 

Por hoje é isso e keep exploring!

Assinaturas