Top 5: Caveiras

Hey pessoas!! Como vão??

 

Seguindo a onda da semana passada de falar de Halloween sem falar propriamente de Halloween, que tal umas caveirinhas para deixar seu Dia das Bruxas um pouco mais interessante?

Confesso que até que gosto de caveiras. Daquelas bonitas, estampadas em camisetas e bolsas, sabe? Mas, você sabe qual o significado delas?

Bom, não duvido nada que você associe o símbolo da caveira a coisas ruins, tipo perigo ou morte, mas sabia que elas também podem significar coisas boas?

O símbolo da caveira pode significar renovação, força e o melhor de tudo: significa que por dentro somos todos iguais, independente de raça, sexo, idade ou religião. Maneiro, né? Então, com isso em mente, bora curtir umas musiquinhas legais com caveiras no clipe?

 

1. Lady Gaga – Born This Way

Parece que Gaga captou bem o significado das caveiras…

 

2. Daft Punk – Around the World

Repare bem que cada grupo de personagens do clipe dança no ritmo de um instrumento… Legal, né?

 

3. The Killers – Bones

Tem como não amar um clipe dirigido pelo Tim Burton? E essa música?? ❤ ❤ ❤

 

4. Michael Jackson – Ghosts

Essa coreografia ❤

 

5. Marilyn Manson – This is Halloween

Tem como falar de Halloween e não lembrar da caveira mais querida do rolê? Junte-se a Jack Skellington e toda turma da cidade do Halloween para cantar o hino oficial do Dia das Bruxas!

 

E aí, arrepiados?? Pois, deixem a bad vibe de lado e aproveitem esse Dia das Bruxas para brincar e se divertir!! É como diria um bruxo muito sábio chamado Alvo Dumbledore: “não tenha medo dos mortos. Tenha medo dos vivos e, principalmente, dos que vivem sem amor”!

 

Por hoje é isso e Happy Halloween!

Assinaturas

Livro: A Coroa – Kiera Cass

Hey pessoas!! Como vão??

 

Senhoras e senhores, Selecionados e Selecionadas, chegou a hora!

Hoje é o dia em que eu vou contar para vocês um pouco sobre o último livro da saga que eu comecei a ler no ano passado e vim compartilhando aos poucos aqui desde então. Hoje, conhecemos “de leve” como termina a história escrita pela incrível Kiera Cass…

 

**ATENÇÃO: ESTA RESENHA PODE CONTER SPOILERS PARA QUEM NÃO LEU OS LIVROS DA SELEÇÃO **

A Coroa

selecao-5

“Em A Herdeira, o universo de A Seleção entrou numa nova era. Vinte anos se passaram desde que America Singer e o príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria Seleção. Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… E agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil — e importante — do que esperava.”

Bom, vamos lá. Na última resenha dessa saga, nós paramos no final de A Herdeira, que acaba com Eadlyn tendo duas das piores surpresas da sua vida: seu irmão gêmeo Ahren fugiu para ase casar com a mulher amada e, por causa disso, sua mãe teve um ataque cardíaco.

Pois é, gente. Como se não fosse o suficiente ela estar no meio de uma Seleção para escolher um marido que ela não quer, sabendo que o povo que ela terá que governar não a aprova, Eadlyn ainda tem que lidar com mais essas duas questões.

Como nós já sabemos, o Rei Maxon é absolutamente e profundamente apaixonado pela America, então, para ficar ao seu lado nesse momento tão crítico, ele decide nomear Eadlyn princesa regente, para que ela tome conta do país de forma temporária até que America se recupere.

Para facilitar um pouco as coisas, ela decide que é a hora de reduzir o número de Selecionados para chegarem à Elite. Agora, tendo apenas seis concorrentes, Eadlyn acredita que sua missão de encontrar o amor em meio a tantos desafios se tornará mais possível.

Entre deveres reais e pessoas nas quais ela não sabe se pode confiar, Eadlyn ainda tem que desempenhar um novo papel: o de irmã mais velha. E ela descobre que pode ser tão boa nisso, quanto em qualquer outra de suas atribuições.

Ela descobre também que não precisa abrir mão do amor em nome do poder e vice-versa. Neste livro, temos uma Eadlyn muito mais humana e “alcançável” do que no livro anterior e é muito legal ir acompanhando essa evolução conforme ela acontece. Essa Eadlyn é uma bichinha complexa mas, não é que eu terminei o livro gostando dela?

No geral, A Coroa é uma boa leitura. Nele, temos uma história contada por uma perspectiva muito mais política do que romântica e eu acho que isso combina muito com a Eadlyn como protagonista. O que não significa que não exista romance! Chega uma hora no livro em que eu simplesmente não sabia por qual dos meninos torcer, porque acho que cada um deles acrescentava alguma coisa à vida da princesa.

a-coroa-quote

Bom, não dá para contar mais sem estragar as melhores surpresas do livro, que incluem dois novos pretendentes que não fazem parte da Seleção, a revelação de um segredo envolvendo dois dos Selecionados, uma decisão importante tomada por Maxon e uma história sobre os pais dele que fazem com que Eadlyn consiga tomar a decisão mais difícil de sua vida.

É um bom desfecho. Não tão bom quanto A Escolha, mas muito satisfatório. Eu recomendo, mesmo para quem não tenha gostado de A Herdeira…

Ah! O mais legal é que, como eu comprei esse livro enquanto ele ainda estava na pré-venda, eu ganhei uns cards com ilustrações dos personagens principais! Não sei se ainda é possível encontrá-los mas eu achei umas fotos na internet onde dá pra ver alguns…

coroa_com_cards_site

E a seguir, vocês têm todos os posts da saga Seleção para quem estiver curioso e quiser ficar por dentro da história:

A Seleção

A Elite e Contos da Seleção

A Escolha

A Herdeira

Felizes para Sempre

Qual o nível de amor por A Coroa?

4corações

Quatro corações porque eu queria mais momentos da Eadlyn com seu escolhido…

Para comprar A Coroa, clique aqui.

Por hoje é isso e keep exploring!

Assinaturas

Barulho: Trilha Sonora de Sol Nascente

Hey pessoas!! Como vão??

 

Sabe quando você vai assistir um filme e ele é meia-boca, mas a trilha sonora é incrível? Pois bem, isso é meio o que acontece com a nova novela das 18h da Globo, Sol Nascente.

A novela é meio morna, meio insossa e eu mal paro para ver. Mas quando as músicas começam a tocar, já é mais do que suficiente para chamar minha atenção.

Entre covers maravilhosos, clássicos e músicas novas que a gente já adora, vamos descobrir do que mais é feita essa trilha sonora??

 

Roberta Campos – Minha Felicidade

Caramba! Que música gostosa! Essa é a música da abertura da novela. Ela tem aquele climinha de praia, de verão e me faz cantar toda vez que toca…

 

Jammil – Sublime

Mais uma música-tema da novela que também tem vibes praia, sol e muita paz… #VemVerão

 

Jamz – Can’t Take My Eyes Off You

Tema do casal principal, Mario e Alice, essa daqui foi daquelas surpresas que, com certeza, vão parar nas minhas playlists! Quem aí se lembra do Heath Ledger naquela cena icônica de “10 Coisas Que Eu Odeio Em Você”? Essa versão da banda Jamz é tão boa quanto…

 

Charles Bradley – Changes

Tema de Mario, personagem do Bruno Gagliasso, essa música tem tudo a ver com a pegada motoqueiro roqueiro do personagem, né? Vale a pena até dar uma olhada em outras músicas do Chales Bradley, que também são muito boas…

 

Mayer Hawthorne – Get You Back

Essa aqui é tema do vilão César e tem uma pegada bem sexy…

 

Moby – Don’t Love Me

Essa é para aquelas cenas de transição, sabe? Mas não deixa de ser maravilhosa…

 

Coldplay – Adventure of a Lifetime

Essa daqui nem precisa falar nada, né? ❤

 

Tiago Iorc – Coisa Linda

Opa! Essa daqui é tema da Milena, personagem da Giovanna Lancelotti, e tem Tiago Iorc na trilha, já tem meu respeito! ❤

 

Cássia Eller – Lanterna dos Afogados

Mais uma versão! Minha musa Cássia arrebentando no clássico dos Paralamas do Sucesso….

 

E por aí vai… Gente, é tanta música boa que se eu continuasse, esse post ia ficar enoooorme… Mas se você estiver muito afim, pode conferir a trilha completa aqui.

 

Por hoje é isso e keep exploring!

Assinaturas

Inspiração: Tattoos com Flores

Hey pessoas!! Como vão??

 

Vamos de inspiração nessa terça??

Não sei se vocês sabem mas eu tenho algumas tatuagens. Uma delas, a minha favorita, é uma “roseira” no braço direito. Bom, não chega a ser uma roseira, são duas rosas, um botão de rosa e os galhos, folhas e espinhos em volta delas.

Essa tattoo é minha favorita porque foi a forma que eu encontrei para homenagear minha avó materna que faleceu quando eu tinha uns doze anos de idade. Acontece que minha avó morava em uma casa que tinha uma roseira no quintal e uma das lembranças mais fortes que eu tenho da minha infância é da minha avó cuidando das rosas…

Enfim, tattoos de flor são sempre uma lindeza e dá para fazer tanto as pequenas e delicadas, quanto as grandes e “aparecidas” como a minha. Então, se você gosta de tatuagem e está buscando inspiração para a sua próxima, aproveita que estamos em plena primavera e cola comigo que este post está sucesso! 😉

 

Tatuagens com Flores

atualizados-recentemente23

Tatuagens com flores ficam lindas no braço…

atualizados-recentemente24

Você nem precisa fazer no braço, como eu. Ombros e coxas ficam show também!

atualizados-recentemente25

Grande ou pequena. Colorida ou preta.

atualizados-recentemente26

As mais delicadas são pura feminilidade…

atualizados-recentemente27

Dani Noce e suas rosas no ombro à esquerda e a tattoo que serviu de inspiração para a minha à direita. ❤

atualizados-recentemente28

A atriz Letícia Persiles com sua bromélia à esquerda e a lavanda do lado direto provam que nem só de rosas são feitas as tattoos de flor.

flores6

E aí, curtiram? Vocês preferem as grandes ou as mais delicadinhas? Para mais inspirações desse e outros tipos de tatuagens, é só vocês seguirem meu mural “Tattoos” no Pinterest, beleza?

Ah! E quanto à minha tattoo de flor…

foto-25-10-16-18-10-18-1

Desculpem a má qualidade, mas é que vocês não tem ideia de como é difícil fotografar o próprio braço. Principalmente quando é o direito e você é destro…

E eu vu encerrando este post com a música que mais me lembra minha avó, a grande homenageada através da minha tattoo…

Ps: o nome da minha avó era Maria…

Por hoje é isso e keep exploring!

Assinaturas

Top 5: Divas para inspirar sua fantasia de Halloween

Hey pessoas!! Como vão??

 

Tava aqui pensando que diacho eu poderia postar nessa semana que antecede o Halloween que não fosse um “Top 5 Halloween” porque este post já existe (para relembrar clique aqui)…

Depois de pensar e pensar, eu resolvi me inspirar em um post que foi ao ar no começo desse ano, onde a gente viu cinco clipes musicais que poderiam nos dar inspiração para nossas fantasias de Carnaval, lembram?

Pois é… Recriar o post mudando apenas os clipes e a data comemorativa seria muito fácil para mim, então, como na hora em que eu estava pensando no post de hoje, eu estava vendo um clipe da Adele, comecei a pensar: e se alguém quiser se fantasiar como a diva pop que mais o representa?

Bam! Just like that, temos o Top 5 de hoje com os clipes de cinco divas da música pop para inspirar sua fantasia de Halloween! 😉

 

1. Adele – Rolling in the Deep

Vestido preto, coque alto, delineado gatinho e pronto!

 

2. Beyoncé – Single Ladies

Se você se garante o suficiente, pode trazer 2009 de volta botando um maiô preto, um saltão e dizendo que é a Queen Bey em Single Ladies…

 

3. Katy Perry – Last Friday Night (T.G.I.F.)

Macacão jeans, blusa rosa, óculos fundo de garrafa e, se você estiver muito a fim de investir, um aparelho falso feito de arame. Pronto, você é Katy Perry em Last Friday Night!

 

4. Taylor Swift – Shake it Off

Taylor dá tantas ideias aqui que tudo o que você tem que fazer é escolher uma…

 

5. Lady Gaga – A-Yo

Você está a uma jaqueta brilhante e um chapéu rosa de distância de representar a nova fase da Lady Gaga no Halloween desse ano! E aí, vai encarar?

 

Pronto, estão vendo só?? Se algum de vocês aí foi convidado para uma festa à fantasia e não faz ideia do que vestir, que tal tirar a inspiração de um clipe? Assim fica fácil, né?

Alguém aí arriscaria uma das cinco indicações ou iria como alguma outra diva?

 

Por hoje é isso e keep exploring!

Assinaturas

 

 

 

Livro: Uma Pitada de Amor – Katie Fforde

Hey people, aqui é a Pâmella!!

 

Quem me conhece sabe que meu sonho é fazer gastronomia, que eu amo cozinhar e que eu sinto um enorme prazer em ver um alimento sem graça se transformar em algo gostoso de se saborear.

Levando em consideração essa minha paixão, o livro de hoje foi indicação de uma amiga, que eu comprei no começo do ano mas só pude ler agora. Confesso que me arrependi de ter adiado por tanto tempo essa leitura e vocês vão entender o motivo logo, logo…

Uma Pitada de Amor 

capa-uma-pitada-de-amor-de-katie-fforde

Uma aspirante a cozinheira em um programa de TV. Um jurado muito atraente. Um amor proibido.
Uma aspirante a cozinheira em um programa de TV, um jurado muito atraente e uma pitada de amor!
Quando Zoe Harper conquista uma cobiçada vaga em um reality show de culinária, ela mal pode esperar para pôr suas habilidades à prova. Sua principal motivação é o prêmio em dinheiro: um valor que certamente a ajudaria a abrir sua tão sonhada delicatéssen.
No entanto, ela logo percebe que a competição vai muito além da cozinha. Cher, outra concorrente, está disposta a tudo para ganhar, incluindo jogar seu charme para cima dos jurados. E as coisas se complicam ainda mais quando Zoe percebe que está se apaixonando por um deles: o incrivelmente sexy Gideon Irving. Com tudo o que está em risco, os dois têm muito a perder caso se envolvam, algo que parece cada vez mais inevitável.
De repente, Zoe percebe que há mais em jogo do que apenas canapés, cupcakes e técnicas de corte. Uma pitada de amor é um livro engraçado e doce na medida certa.” 

 Clichê é a palavra certa para descrever a parte romântica do livro, mas não se engane ao pensar que ele vai ser todo românticozinho do começo ao fim e que você não vai se surpreender nem um pouco enquanto lê.

Virei fã da escrita da Katie. Ela é rica em detalhes e, vamos combinar, para escrever sobre um concurso culinário, tem que ter muita paciência para detalhes. E ela preenche esse quesito facilmente, todas as receitas e tipos de temperos e queijos e corte de carne sobre os quais ela fala são surpreendentes. Fora que todas as sabotagens feitas pela Cher são perfeitas, poderiam ter dado muito certo e eliminado a Zoe de vez da concorrência, porém, a autora tinha outros planos para Cher… Confesso que esperava uma “punição” melhor para ela…

Já Zoe é aquele tipo de pessoa que ajuda a todos sem se importar se isso irá prejudica-la depois (o que acontece algumas vezes no livro e Cher acaba aproveitando um pouco dessa qualidade para levar certa vantagem na competição) e, graças à essa sua qualidade, ela pode fazer contatos preciosos para o futuro e conhecer bons amigos.

Quanto ao Gideon, eu não sei bem o que dizer sobre ele. Ele tem aquele ar de mistério e consegue ser “imparcial” mas também bastante fofo, quando quer. Não dá pra colocar ele na posição de “boy perfeito” mas dá pro gasto.

Apesar disso, achei que ele ficou um pouco apagadinho durante a história e eu achei isso bem bacana. Mostra que o objetivo do livro não é o romance em si, mas toda a competição. E nos faz ver que podemos alcançar nossos objetivos de uma forma ou de outra. Ponto positivo pra Katie aqui! 😉

Agora, se você está lendo aqui e pensando: Ah, mas eu já consigo visualizar todo o final do livro, ela provavelmente conquista o jurado magia sem grandes problemas e ainda vence o concurso. Engano seu, caro leitor. Você vai se surpreender, e muito, ao descobrir que a autora preparou grandes reviravoltas para esse casal e que nem sempre nossos sonhos se tornam realidade da maneira como gostaríamos.

Essa foi toda a beleza do livro, que apesar de todos os clichês, frases bem construídas e muita água com açúcar, as coisas conseguem ser surpreendentes ao ponto até de te fazerem até ficar com um pouco de raiva.

Me arrependi profundamente de ter levado quase um ano para ler esse livro, me apaixonei pela autora e adoraria que tivesse uma continuação da história… E olha que eu tenho um pequeno ranço por autores que fazem 50 continuações para uma mesma história, viu… Sendo assim, dá pra ter uma ideia do quanto eu gostei desse livro, não?

 E para finalizar, qual o nível de amor?

4corações

Meu nível de amor pela história da Zoe só não é maior devido aos clichês românticos, mas merece muito amor mesmo assim. ❤

Você pode comprar o seu exemplar clicando aqui.

Por hoje é só. A resenha foi curtinha, eu sei, mas prometo compensar na próxima semana, combinado? 😉

AssinaturaPamella

Barulho: Novidades Maroon 5, Nick Jonas & Bruno Mars

Hey pessoas!! Como vão??

 

Cá estou eu em mais uma quarta-feira para compartilhar com vocês minhas mais recentes descobertas musicais e cara, se você for como eu, que não consegue ouvir uma música boa que já fica com vontade de dançar e cantar junto, nem abre este post no trabalho porque eu te garanto que você vai pagar mico… A menos que você trabalhe com dança, porque aí tudo bem… 😉

Acontece, pessoas lindas do meu coração, que os gringos estão caprichando demais nos lançamentos e está ficando cada vez mais difícil de acompanhar! Sério, só semana passada foram tantas porradas que eu estou tendo que anotar no Evernote para não esquecer de postar aqui… #truestory

Anyway, vamos começar? Como não há músicas ruins nesse post, pelo menos na minha opinião, vou começar do bonzinho para o fod@stico, beleza? Porque assim, quando eu terminar este post, vocês não vão estar se aguentando nas cadeiras de vontade de sair dançando…

Hey ho, let’s go?

 

Maroon 5 – Don’t Wanna Know

Com um clipe engraçadíssimo (principalmente se você entende os diálogos em inglês) que satiriza Pokemon Go, os caras do Maroon 5 iniciam este post nos apresentando seu mais novo single.

A música não é ruim. Mas não é “certa”, sabe? Não tem encaixe, não tem pegada e porra, cadê os instrumentos? Parece que é só o Adam Levine cantando em cima de uma batida muito bem produzida em algum equipamento bem caro e isso não é problema, principalmente quando se é uma banda pop, mas mano, é uma banda! Cadê o resto dos caras?

Eu repito: a música não é ruim. Depois da terceira “ouvida” eu já estou até cantando o refrão, mas a “falta de banda” não deixou de me incomodar, principalmente se, depois de ouvir “Don’t Wanna Know”, você for masoquista o suficiente para ir lá e ouvir “Sunday Morning” para comparar… Ou nem precisa ir muito longe, “Sugar” é mais recente e já mostra bem essa diferença.

 

Nick Jonas – Voodoo

Melhorando as coisas, vem o gatíssimo do Nick Jonas com sua “Voodoo”. Eu não tenho muito o que falar sobre essa música, a não ser que ela é muito, mas muito boa mesmo, a voz do Nick está só melhorando com o tempo e a batida é incrível e muito envolvente (especialmente se você estiver usando um fone de ouvido).

Nota 10, Nick! E de quebra, o clipe foi muito bem feito! Os efeitos especiais estão excelentes, não deixando espaço para a apelação tão presente nos clipes de hoje em dia. Querem um exemplo? O clipe novo do DNCE, banda do Joe Jonas, irmão no Nick. Vejam e tirem suas próprias conclusões…

 

Bruno Mars – 24K Magic

Agora, afaste os móveis e pode começar a se alongar, porque eu deixei o melhor para o final!

Caramba, caramba, caramba! Se você achou que não dava para ficar melhor depois da participação do Bruno em “Uptown Funk“, sinto lhe informar que você estava errado!

Acho que o mais incrível dessa música é a pegada moderna, mas com um “quê” meio Motown. É como se o Bruno olhasse para o cenário musical atual e dissesse: “olha, bacana isso que vocês estão fazendo, mas deixa eu mostrar minhas referências pra vocês e como eu sei usá-las para fazer algo novo”. É retrô e é fresh, tudo ao mesmo tempo!

E o clipe só serve para coroar porque, pra mim, clipe bom é aquele que te faz querer estar dentro dele! Sério… Depois desse clipe eu quero viajar para Las Vegas! #real #oficial

 

Bom, espero que vocês tenham gostado das novidades! Se concordarem comigo ou discordarem completamente, deixem nos comentários pra gente conversar, beleza?

 

Por hoje é isso e keep exploring!

Assinaturas