Livro: Bom Dia, Princesa! – Blue Jeans #BEDA18

Hey people, aqui é a Pâmella!!

 

E vamos para mais uma resenha do BEDA?? Vamoooos!!

Vocês já devem ter percebido que eu sou meio compulsiva quando se trata de livros, certo? O livro de hoje é mais um desses casos, só que dessa vez a compulsão não foi pelo livro em si, mas pela caneca que vinha junto com ele.

Estava eu lá, andando pela livraria, quando eu vejo um monte de canecas com esse livro próximo delas. Fiz eu o quê? Exatamente, caro explorador! Comprei o livro e ganhei a caneca. 🙂

O mais surpreendente foi que eu acabei gostando da história! Tanto, que resolvi compartilhá-la com vocês, então vem conhecer um pouco dela aqui…

Ps: Alerta de post GIGANTE! Hahahaha…

 

Bom dia, Princesa! – O Clube dos Incompreendidos 

download (1)

“Eles se conheceram há dois anos, quando mais precisavam de apoio, e formaram o CLUBE DOS INCOMPREENDIDOS. No entanto, algo mudou e agora já não sabem se podem contar uns com os outros. Valéria não sabe se, ao se deixar levar pelos seus sentimentos, pode trair sua melhor amiga; Bruno escreve cartas de amor que não dão resultado; Maria é o patinho feio que busca o seu lugar; Elisabete não está acostumada a ouvir não ; Raul não quer se equivocar desta vez; e Ester gostaria de gritar o seu amor aos quatro ventos. Amores transbordantes, dúvidas existenciais, segredos inconfessáveis e muita, muita diversão.” 

Esse livro é daquele tipo no qual cada capítulo é focado na história de um personagem diferente. O tipo de livro que eu adoro ler. Nesse caso aqui, são seis personagens e o desenrolar de suas histórias parece roteiro de novela, sabe? Como quando você está vendo cenas da vida de um personagem que mora no Rio de Janeiro e ele esta lá no meio do morro dançando pagode e comendo pastel e, de repente, está lá no Marrocos, dançando a dança dos sete véus no meio de umas ruínas para um estrangeiro (sim, eu peguei O Clone para usar de exemplo aqui, fazer o quê? Eu gostei dessa novela). Esse livro é mais ou menos assim, e foi bacana a forma como o autor fez essa mudança porque você não se sente perdido e nem demora para se situar na forma como a leitura ocorre. Você consegue ir lendo sem problema algum, diferente de Guerra dos Tronos que foi um parto para eu entender como funcionava a dinâmica de leitura.

Mas vamos lá, vou falar resumidamente da história e depois focar um pouco nos personagens.

O livro  conta a história de 6 adolescentes: Valéria, Bruno, Raul, Elisabete, Ester e Maria. Eles formam aquele grupinho de pessoas que o resto da escola decide ignorar e fingir que não existe, apesar de que, o Raul e a Elisabete são bem “populares” para o meu gosto.

Depois de terem que fazer terapia com o conselheiro escolar, eles acabam descobrindo que tem mais coisas em comum do que pensavam e acabam fundando O Clube dos Incompreendidos (é aquela velha história né? Cada louco tem seu semelhante e o amor é para todos <3). Uma história que até lembra aquele filme dos anos 80, Clube dos Cinco.

Durante dois anos eles fizeram reuniões do clube e acharam um meio de se ajudarem, cada um com sua particularidade e alguma coisa para poder superar, seja timidez ou um segredo super secreto (essa parte foi a MAIS FODÁSTICA DE TODAS). Eles começam a se ajudar, criam esquemas para as matérias em que são ruins, se ajudam em toda e qualquer situação e criam um vínculo de amizade bem forte.

Porém, passado algum tempo e com o amadurecimento de alguns personagens, surge uma questão que mexe um pouco com a dinâmica do grupo e eles terão que tentar resolvê-la junto com seus problemas pessoais.

Agora vamos conhecer um pouco dos personagens…

Elisabete é apaixonada por Raul, assim como Valéria (afinal, quem nunca teve uma paixonite pelo crush da best, não é mesmo?). Ela é aquela garota tipo líder de torcida e que sempre consegue o que quer, tem a personalidade bem forte e antes era o patinho feio da escola até seu corpo começar a mudar ela ficar toda linda aos olhos dos boys. Seu passado meio negro a persegue, porém, ela aprende a lidar com isso e começa a usar seu corpo e beleza como forma de ataque. A história dela é a que eu mais gostaria que tivesse um livro próprio, ela tem sérios problemas e eu adoraria ver como o autor iria lidar com eles.

Valéria (Val) é a amiga fofa que gosta de tudo e de todos e sempre concorda com tudo, mesmo não sendo o que ela gostaria de fazer e nunca se impondo. Ela também é apaixonada pelo Raul e é a melhor amiga de Elisabete, o que faz um contraste enorme devido às personalidades conflitantes das duas. Elas tem uma relação bem interessante de se acompanhar, afinal, amizade é isso: você se encaixa com pessoas que nunca passaram pela sua mente. A história da Val e da Eli é a mais complexa, porque existe aquela questão da confiança plena e o fato de não querer magoar o sentimento da outra parte, é algo que tem seu valor. Se você tem uma boa amiga ao seu lado, você se identifica com essas questões, começa a se colocar no lugar da Val e a se perguntar “e se fosse comigo, o que eu faria”?

Raul é o carinha popular, tanto dentro do grupo quanto fora. Ele tem aquelas qualidades que te fazem suspirar, sabe? É bonito, educado, dedicado, bom moço, aquele tipo de homem que só existe em livro mesmo. Ele também se encontra em um dilema particular. Depois de “experimentar” várias garotas, ele decide que é hora de sossegar e arrumar alguém para amar de verdade e passar o resto da vida. Porém, a escolha dele acaba surpreendendo a todos e criando várias situações constrangedoras no clube.

Bruno é aquele carinha que não é feio mas também não é bonito, porém, tem aquele charme que ninguém sabe explicar. Ele é apaixonado por uma de suas amigas do clube (quem nunca?), mas sem ser correspondido e com isso, ele começa a projetar essa “rejeição” em tudo na sua vida. Alguém precisa ensinar a ele como separar um pouco as coisas aí…

Ester é atleta do grupo, a que se dedica 110% em tudo o que faz e, como toda adolescente uma vez na vida já passou por isso, ela esta apaixonada pela pessoa errada. Claro (esse é um livro de pessoas ferradas, aceitem)! Ela parece perdida no meio do caos de ser a melhor atleta, melhor aluna, melhor filha, melhor amiga de todos e acaba ficando um pouco perdida. As coisas para Ester se complicam quando ela passa por uma situação bem séria e fica sem saber a quem recorrer. O autor aborda temas bastante complexos nesse livro, assuntos que agora estão começando a ser discutidos mas que não eram há um tempo atrás.

Maria é a garota mais tímida do grupo e a que tem mais questões pessoais para resolver. A história dela é uma das melhores, eu realmente fico muito feliz quando vejo que autores abordam alguns temas meio “tabu” em seus livros e Maria tem um segredo com relação a ela mesma que te faz ficar pensando o tempo todo sobre o que é e se é tão grave assim. O legal é que ela faz um pouco a linha Garota do Blog, onde ela escreve sobre o segredo dela sem se identificar. O mais bacana é que durante a leitura, aparece o link do blog dela onde você pode acompanhar o que ela escreve, o nome do blog é  Tenho Um Segredo (o blog está em espanhol) e você pode ir acompanhando enquanto lê o livro. Acho fantástico esses autores que criam um universo dentro do livro e trazem esse universo para fora dele, aumentando a sensação de realidade.

César é um personagem totalmente secundário no livro e que teve uma participação um pouco ridícula no filme mas ganhou o meu coração. Ele é a melhor pessoa da vida, aquele carinha super alto astral que te coloca lá em cima em qualquer situação e que também sabe ser amigo. Ele é super fofo e a minha vontade é a de ligar para o autor e pedir um livro só dele! ❤ #QueroUmCésarNaMinhaVida

O livro tem um filme, que eu achei meio sem graça. É bacaninha para assistir em um dia em que você não tem nada pra fazer e quer se distrair um pouco. Achei que a escolha dos atores não foi tão boa assim, não sei se é pelo fato do filme ser espanhol ou pelos atores serem novos, não achei o filme tão bom assim mas, de qualquer forma, vale a pena assisti-lo.

Confere o trailer aí:

A parte chata do livro é que tem continuação mas ainda não tem tradução brasileira e em todos os lugares que eu fui pesquisar, não tinha previsão de quando, ou se, iria ter. Péssima notícia para mim (e para vocês também), que quero saber o que acontece com os outros personagens.

FGha965

Nível de amor?

3corações

Só pelo fato de não ter continuação com tradução em português, ou uma previsão se vai ou não ter, vamos diminuir nosso nível de amor.

Você pode comprar o seu livro clicando aqui.

BEDA2016

AssinaturaPamella

 

 

 

 

Anúncios

7 comentários sobre “Livro: Bom Dia, Princesa! – Blue Jeans #BEDA18

  1. Que bacana, nunca tinha ouvido falar e no entanto até filme já tem? Eu acho meio confusa quando uma história envolve tantos personagens importantes. Preferia que fosse um incompreendido e mais 5 Rauls no livro HAHAHAHAHAHH
    Mas me interessei muito em ver o filme!

    Um beijo enorme, Ju!

    Curtir

  2. Pingback: Filme: Clube dos Cinco #BEDA19 |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s