Livro: O Quarto Dia – Sarah Lotz

Hey people, aqui é a Pâmella.

 

A resenha de hoje tem um gostinho meio nostálgico, parece que foi ontem que eu escrevi minha primeira resenha de livros aqui e nada mais justo que eu relembre dela com tanto carinho ao escrever a resenha hoje, até porque, o livro em questão é da Dona Sarah Lotz também. E se você, por um acaso, não leu minha primeira resenha, é só clicar aqui e conferir antes de continuar. 😉

Eu estava no aguardo desse novo livro da Sarah desde que eu li Os Três (que eu preciso reler para entender realmente) e, quando surgiu a data de lançamento, eu pirei, surtei legal mesmo. Então, vem comigo saber um pouquinho mais sobre essa nova história e entender o motivo da minha empolgação!

 

O Quarto Dia

o-quarto-dia

“Janeiro de 2017. Após cinco dias desaparecido, o navio O Belo Sonhador é encontrado à deriva no golfo do México. Poderia ser só mais um caso de falha de comunicação e pane mecânica… Se não fosse por um detalhe: não há uma pessoa viva sequer no cruzeiro. As autoridades acham indícios de uma epidemia de norovírus, mas apenas descobrem os corpos de duas passageiras. Para piorar, todos os registros e gravações de bordo sofreram danos irreparáveis. Como milhares de pessoas podem ter sumido sem deixar rastro? Teorias da conspiração se alastram, mas só há uma certeza: 2.962 passageiros e tripulantes simplesmente desapareceram no mar do Caribe.”

 Como sempre, os livros da Sarah te fazem pensar séria e profundamente. Você tem que ter toda a atenção do mundo e mais um pouco para entender o que está lendo, não que a leitura seja complicada mas, ela te leva para lugares onde você fica procurando como tal coisa poderia ter acontecido! Diferente de Os Três, esse livro foi um pouco mais fácil de entender, acho que ela viu que o povo ficou meio: “What The Fuck ? oO” com o último livro e fez desse uma versão mais light.

O livro conta a história pelo ponto de vista de 6 personagens diferentes e cada um deles sofre os efeitos do que acontece no navio de uma maneira, cada um tem seus próprios demônios para exorcizar antes de conhecer o que realmente está lá dentro do navio, isso se tiver mesmo um por lá…

12718322_1067534146643477_8110235988218152670_n

 O desenrolar da história é um pouquinho confuso e falta o terror que o livro promete, tem algumas partes que são confusas e, se você não estiver prestando atenção, você se perde total na história. Fora que chega uma parte em que você se perde de fato, porque já não sabe mais o que acontece de verdade, o motor deu pau, um norovírus se instalou por todo lugar, consequência de alimentos intoxicados, espíritos querendo se vingar do povo… Não tem como saber.

Acho que no fundo essa é a intenção da autora, mas faltou um pouquinho mais de informação aí, faltou um pouco mais de medo e enredo. Porém, não deixa de ser um bom livro. Uma coisa que eu adoro nos livros da Sarah é que ela sempre escreve as histórias uns dois anos antes do atual, ou um tempo depois. Isso quando ela não junta os dois. Acredito que isso dê um toque de realidade à história e te faz sentir parte mesmo do que acontece.

passagem_cruzeiro

No site da Editora Arqueiro eles têm uma passagem para embarcar nesse magnifico cruzeiro (cruzeiro da morte, só se for). Mas nem de graça eu faço uma viagem dessas, eu sou extremamente medrosa e preciso confessar pra vocês, desde que eu assisti Premonição 2, eu morro de medo de andar de metrô, eu tenho verdadeiro horror de andar naquilo. Eu entro toda poderosa, mas o negocio treme, uma luz pisca, cai um fio de cabelo do lado de fora e eu já começo a ter uma taquicardia. Não tenho estruturas pra esse tipo de coisas não, minha gente, eu não tenho um psicológico muito bom para assistir esses filmes ou ler esses livros e ficar de boa. Tanto que tem 3 livros de terror embaladinhos lá em casa que eu estou deixando eles juntarem um pó enquanto eu crio coragem para ler, hahaha. Mas tá difícil…

E como não poderia deixar de ser com os livros da Sarah, (juro que quando eu tiver a oportunidade de conhecê-la eu vou perguntar sobre isso) sempre tem um menino que aparece do nada e some do nada e ninguém sabe o que acontece com ele. Acho que precisamos ir mais a fundo nessa história aí, eu tenho algumas teorias sobre essa criança…

Qual o nível de amor por “O Quarto Dia”?

3corações

Faltou terror nessa história ai, tia Sarah…

Para comprar o seu, clique aqui.

Mas e vocês, podem me dizer o que aconteceu com o tal menino?

AssinaturaPamella

Anúncios

2 comentários sobre “Livro: O Quarto Dia – Sarah Lotz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s