Filme: Como Eu Era Antes de Você

Hey pessoas!! Como vão??

 

Vocês sabem que aqui no L’Explorateur a gente adooora uma estreia no cinema, né? Principalmente quando se trata de uma das mais aguardadas adaptações literárias dos últimos meses.

Pois bem, fãs de literatura e cinema, hoje é dia de matar um pouco da curiosidade e compartilhar minha opinião sobre o filme que eu estava ansiosíssima para ver…

 

Como Eu Era Antes de Você

ceeadvposter

“Rico e bem sucedido, Will (Sam Claflin) leva uma vida repleta de conquistas, viagens e esportes radicais até ser atingido por uma moto, ao atravessar a rua em um dia chuvoso. O acidente o torna tetraplégico, obrigando-o a permanecer em uma cadeira de rodas. A situação o torna depressivo e extremamente cínico, para a preocupação de seus pais (Janet McTeer e Charles Dance). É neste contexto que Louisa Clark (Emilia Clarke) é contratada para cuidar de Will. De origem modesta, com dificuldades financeiras e sem grandes aspirações na vida, ela faz o possível para melhorar o estado de espírito de Will e, aos poucos, acaba se envolvendo com ele.”

Antes de começarmos a falar sobre o filme em si, devo confessar uma coisa: eu li “Como Eu Era Antes de Você” apenas uma semana da estreia do filme. Sim, já houve resenha desse livro aqui feita pela Pâmella mas, mesmo assim, eu não tinha lido. Aí, com a proximidade da estreia, me bateu uma curiosidade doida e eu resolvi ler o livro antes de ver o filme. E que sorte a minha…

Se você também já leu, mas ainda não viu o filme, eu tenho duas notícias para te dar: uma boa e uma ruim.

A boa é que o roteiro do filme foi escrito por nada menos do que a própria Jojo Moyes, autora do livro. Já a notícia ruim é que isso não é uma garantia de que ele seja satisfatório para quem leu e conhece a história de Lou e Will.

ceeadvIII

É que, no livro as coisas são muito bem explicadas e você conhece a motivação por trás de cada ação dos personagens. Só que no filme acontece tudo meio rápido demais. Você mal está absorvendo o peso de uma cena e ela já é cortada e passa para outra, deixando pouco tempo para pensar.

O roteiro da Jojo foi bastante fiel ao livro, porém, deixou de lado fatos importantes ocorridos que são básicos na construção dos personagens, como por exemplo, o segredo da Lou, uma coisa que aconteceu com ela quando ela era mais jovem e que faz com que ela leve a vida que leva, sempre se recusando a evoluir. Tem também o segredo do Sr. Traynor e os capítulos onde a perspectiva muda e a história deixa de ser contada pela visão da Lou.

Ficou parecendo que a Jojo adaptou o livro para ser apenas mais um romancezinho água com açúcar de hospital com uma receita certeira para agarrar a atenção dos mais românticos.

Mas é claaaaro que um filme tão aguardado teria seus pontos fortes, né? Bom, o primeiro deles é a escolha dos atores principais. Emillia Clarke se saiu excelente como Lou. Expressiva, ela me fez gargalhar com seus trejeitos e me fez amá-la com seu olhar de cãozinho perdido.

ceeadvV

Já o Sam Clafin… Mano… O Sam Clafin atingiu um outro nível pra mim…

Ele conseguiu fazer o Will do jeitinho que eu imaginei no livro. É incrível a expressividade que ele conseguiu passar para um personagem que não se mexe do pescoço para baixo. Ficou tão bem feito que o Sam conseguia passar as emoções do Will através de um olhar, ou uma careta, uma pausa bem colocada em uma frase. Sério, ele foi muito bem. Quase dava para sentir na pele o quanto deve ser difícil amar uma pessoa e não poder abraçá-la, por exemplo, ou  a dor de não conseguir desapegar de uma vida que não te pertence mais.

ceeadvI

Mais um ponto positivo são as falas. Cheias de bossa e de piadinhas que fizeram o cinema todo gargalhar, uma delas inclusive, fez geral dar “vivas” no meio do filme, acreditam? Ah! E por falar nas piadas, assistam ao filme legendado e prestem atenção à primeira fala do Matthew Lewis (o eterno Neville de Harry Potter), porque ele interpreta o Patrick, namorado da Lou e uma de suas primeiras frases só vai entender quem é fã de verdade de Harry Potter!

No geral, é um bom filme. Muito bonito, com cenários maravilhosos mas que não conseguiu me tocar por ter sido um tanto apressado. Não me senti emocionada mesmo sabendo de antemão o quão triste seria o final. Ainda assim, recomendo muito que você veja este filme se amou o livro como eu amei. Só não crie expectativas altas demais, como as que eu criei. E se você ainda não leu o livro, talvez você ache o filme apenas mediano.

E se você ainda precisa de ajuda para decidir se assiste “Como Eu Era Antes de Você” ou não, aí vão os dois trailers…

ceeadvVI

Por hoje é isso e keep exploring!

Assinaturas

Anúncios

3 comentários sobre “Filme: Como Eu Era Antes de Você

  1. Eu vi o filme, mas não li o livro (coisa que eu acho que não farei por um bom tempo). Gostei e me apeguei à Lou de cara, achei ela muito expressiva e Will também foi um presente, não é? O cara foi de Finnick para Will com uma naturalidade muito boa e eu gostei bastante, menos do final XD apesar de que eu já sabia, pq eu tinha lido uma resenha, MAAAS foi tudo lindo e eu amei ❤ se um dia eu ler o livro… Quem sabe o que eu não vou achar?

    http://reclusidadesdiarias.wordpress.com/

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s