Livro: A Herdeira – Kiera Cass

Hey pessoas!! Como vão??

 

Como já contei para vocês ano passado, sou muito fã dos livros da saga “A Seleção” escritos pela gênia da dona Kiera Cass, né? Então, dá para imaginar a festa que eu fiz quando meu querido paizinho me deu de presente de Natal (sim, Natal) o quarto livro da saga?

Quem conhece os três primeiros livros deve estar se perguntando: mas a história não acaba no terceiro livro? Meu caro explorador, a história de America Singer sim, mas o que temos em “A Herdeira” é o sonho de qualquer fã de sagas…

**** ALERTA DE SPOILERS PARA QUEM AINDA NÃO LEU OS OUTROS LIVROS D’A SELEÇÃO ****

A Herdeira

aherdeira

“No quarto volume da série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil, descubra o que vem depois do ‘felizes para sempre’.
Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais. Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.”

Olha, quando se trata dos livros da Dona Kiera, vocês sabem que eu não consigo escrever pouco, né? Mas vou tentar, hahaha…

Quando meu pai me deu “A Herdeira” eu fiquei muito feliz por ter em minhas mãos um dos poucos livros que contam o que acontece com uma história depois do “felizes para sempre”. Infelizmente, eu fiz a besteira de ler a sinopse deste livro sem querer antes de ler “A Escolha”, então eu já sabia com quem a America ia ficar.

Confesso que eu tinha expectativas bem baixas com relação a essa história porque, pra mim, era praticamente impossível que a Kiera conseguisse superar o nível de perfeição que ela já tinha atingido com os primeiros livros da série, principalmente tendo que começar com uma nova protagonista.

Pois bem, em “A Herdeira” conhecemos Eadlyn Schreave, filha mais velha de America e Maxon (agora rei e rainha) e futura sucessora do pai no trono. Mimada e durona, Eadlyn foi criada para ser uma líder, estudou uma vida inteira para governar seu país e não existe outra coisa ocupando sua cabeça.

A princípio, fica muito difícil criar empatia por ela porque, ao contrário de America, que nos conquista com seus conflitos, Eadlyn parece não precisar da simpatia de ninguém, nem mesmo da do leitor. E isso é tão irritante! A Eadlyn é mimada, grossa e se acha muito importante. Sério, como alguém criada pelo Maxon pode ser tão insuportável?

Bom, o povo de Iléa parece também ter dificuldades para aceitar sua futura rainha e o país vem passando por dificuldades de adaptação mesmo 20 anos após o fim das castas, o que vem gerando uma onda de protestos e rebeldia. Como tentativa de distrair o povo enquanto pensa em uma solução para o problema, Maxon resolve utilizar uma técnica infalível e bem conhecida dele: propõe que Eadlyn seja a primeira mulher a liderar uma Seleção.

Ela fica furiosa porque sabe que não precisa de um marido para ser capaz de governar o país, já que estudou a vida inteira para isso, e também fica em pânico por ter sua privacidade invadida assim, de uma hora para a outra. Depois de muita insistência do pai, eles acabam entrando em um acordo e Eadlyn aceita participar da Seleção, com a condição de que se em três meses não encontrar seu príncipe, pode terminar a competição sem escolher ninguém. Moleza para alguém tão sem coração feito ela, né?

Acontece que, no decorrer do livro, Eadlyn acaba se surpreendendo ao conhecer seus Selecionados (um dos quais ela conhece desde criança) e nos surpreendendo também ao descobrir que seu coração está lá, batendo e pronto para mostrar a ela que deixá-lo no comando de vez em quando, pode ser uma boa ideia. À medida que ela conhece os Selecionados, vai ficando mais difícil não se deixar envolver com eles e isso acontece com quem está lendo também, já que alguns dos rapazes são encantadores!

Então, do meio para o fim do livro, eu acabei deixando de implicar com a Eadlyn e comecei a entender um pouco mais dela e até gostando do fato de que, às vezes, ela se posiciona como uma verdadeira feminista…

Sobre os demais personagens, foi muito legal ver como todos aqueles que a gente já gostava evoluíram durante os vinte anos que passaram. Eu li muitas resenhas onde as pessoas reclamavam que a America mal aparecia e não lembrava em nada a menina forte que conhecemos nos primeiros livros, que ela parecia uma cópia da falecida Rainha Amberly.

Gente, essas pessoas queriam o quê? São vinte anos de diferença entre uma história e outra! É óbvio (e é de se esperar) que a America tenha amadurecido e deixado de ser aquela garota impulsiva, né?

Enfim, eu gostei muito de “A Herdeira” por suprir um pouco daquele nosso “tá, mas o que acontece depois?”

Sendo assim, meu nível de amor é:

4corações

Só não são cinco corações porque eu acho que muita coisa fica pendente, a Kiera joga várias bombas na nossa cara no final do livro e deixa tudo sem resolução. :/

Para comprar “A Herdeira”, clique aqui.

Por hoje é isso e keep exploring!

Assinaturas

Anúncios

4 comentários sobre “Livro: A Herdeira – Kiera Cass

    • Olha, eu sou muito fã da saga Seleção, então eu vou me controlar aqui pra não ficar insistindo pra você ler… Só posso te dizer que eu também enrolei pra caramba antes de ler mas os livros são muitíssimo bem escritos e a história contagiante… Começa lendo só o primeiro, sem compromisso, vai que você gosta?
      Beijo e obrigada! 😉

      Curtido por 1 pessoa

  1. Pingback: Livro: Felizes Para Sempre – Kiera Cass #BEDA11 |

  2. Pingback: Livro: A Coroa – Kiera Cass |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s