Feel Good: O Top 10 do Emagrecimento Definitivo

Oi gente, tudo bem?

 

Na busca por uma vida mais saudável, o tão temido engorda-emagrece, também conhecido como “efeito sanfona”, assombra muitos dos que buscam formas de controlar o peso. Geralmente, esse desequilíbrio acontece devido às estratégias utilizadas. Ouvimos por aí, diversas ofertas de emagrecimento milagroso, mas vamos ser sinceros, se esses métodos realmente funcionassem, o excesso de peso não existiria mais, até porque, fatores como estrutura óssea e genética são completamente ignorados por aqueles que buscam emagrecer de maneira cega.

Se você, como muitos já está cansado de fracassar nessa missão, confira agora os dez passos para mudar a sua história.

 

1. LIVRE-SE DE DIETAS RADICAIS

Dietas extremamente restritivas, sejam elas baseadas na exclusão de um nutriente ou drástica redução de calorias, ou as duas coisas juntas, sem sombra de dúvidas provocam a redução de peso momentânea. O grande problema desse tipo de dieta é que em geral, não podem ser mantidas por longos períodos de tempo e lamentavelmente provocam a recuperação do peso logo após serem interrompidas. Na melhor das hipóteses, você só recupera o peso que perdeu, mas existem casos em que se ganha alguns quilos bônus. Definitivamente, não é isso que você deseja, não é mesmo? Portanto, busque dietas mais viáveis e que possam ser adotadas como hábitos para toda vida. Os resultados na balança vão ser mais lentos, porém definitivos.

 

2. CHEGA DE PRIVAÇÃO!

Chega de pode ou não pode. As melhores dietas permitem que você consuma todos os tipos de alimentos em porções mais adequadas. Comece a enxergar sua alimentação de forma positiva, pense na variedade de alimentos que compõem sua dieta e nos benefícios que trazem ao seu corpo, além de contribuir para o controle de peso. Transforme seu estilo de vida e o modo de encarar os hábitos saudáveis.

dieta-sem orientaçao medica.2jpg

3. VAMOS À FEIRA

A maior parte das suas compras de alimentos devem ser feitas nas feiras livres. Comemore e muito quando conquistar esse grande feito. A base do seu cardápio – cerca de 70% – devem ser as verduras, os legumes e as frutas. Dessa forma você aumenta o consumo de nutrientes essenciais para o bom funcionamento do corpo, aumenta o volume das refeições, aumenta a saciedade e de quebra reduz as calorias da dieta. Procure comer, no mínimo, 2 porções de frutas e 3 porções de vegetais todos os dias.  Varie nas receitas, ideia é o que não falta. Faça deliciosas saladas, refogados, sopas e sucos.

 

4. DESJEJUM É A PRINCIPAL REFEIÇÃO DO DIA

Começar o dia com um desjejum reforçado melhora seu humor, energia e concentração durante o dia todo. Essa é a refeição responsável por restaurar os níveis de açúcar no sangue após o jejum que fazemos durante o sono e isso é fundamental. Monte uma refeição grande. A falta de tempo não deve ser uma desculpa, alimentos simples como pão integral, frutas frescas, torradas, iogurte, granola, castanhas, nozes, frutas secas, leite de vaca e/ou vegetal, chá, ovos são ótimas opções e quando bem combinados, tornam a refeição completa.

 

5. DESVINCULE OS ALIMENTOS DE SUAS EMOÇÕES

Você come porque está com fome ou porque esta chateada? Descobrir a motivação da sua busca por alimentos é fundamental. Antes de iniciar uma refeição fora de hora, pergunte-se: o que você realmente precisa e o que o alimento vai proporcionar? Conforto emocional não deve ser a necessidade que o alimento vai atender. Busque outras formas de controlar suas emoções e se recompensar. Assim, você evita os exageros.

 

6. CLASSIFIQUE O SEU NÍVEL DE FOME

Fome ou vontade de comer? Antes de dar aquela beliscadinha entre as refeições, avalie os seus níveis de fome e saciedade utilizando uma escala de 0 a 10. Se o seu nível de saciedade estiver acima de 5, você não precisa comer no momento. Beba água, você pode estar apenas com sede. Mas se ainda assim achar que está com fome e o seu nível estiver acima de 6 faça um pequeno lanche, de preferência composto por frutas. Não espere seu nível de fome chegar a 10, as chances a comer qualquer coisa, sem considerar a qualidade do alimento é muito maior.

como-fazer-uma-dieta

7. REGISTRE SUAS REFEIÇÕES

Na correria do dia-a-dia, controlar tudo o que se come e bebe pode ser difícil, mas essa é uma atitude fundamental para que você possa avaliar com calma seus hábitos alimentares e verificar o que precisa de mudanças. Para isso, você pode criar um diário alimentar onde vai registrar tudo o que está prestes a comer ou até mesmo fotografar as suas refeições.

 

8. TENHA UM TIME DE APOIO

Para aumentar a sua motivação e ter em quem encontrar apoio nos momentos difíceis você deve encontrar, no mínimo, dois amigos e/ou familiares que te ajudem a chegar lá. Pessoas que te incentivem e sejam bons fiscais e parceiros nessa jornada. Assim, quando você pensar em desistir, o seu time entra em ação e impede que você fuja do seu objetivo. Escolha essas pessoas com cuidado e fuja dos “sabotadores”, aqueles cheios de boas intenções, mas que tentam desviar você da sua meta.

sucos

9. SEJA PACIENTE E PERSISTENTE

Devagar e sempre. Assim como o ganho de peso não acontece do dia pra noite, o processo inverso leva tempo. Mas isso não deve ser motivo de desânimo. É necessário que você esteja atento para as mudanças mais sutis do seu corpo. Pode parecer que nada está acontecendo, o ponteiro da balança pouco se moveu, mas você está se sentindo mais disposto, caminhar se tornou uma tarefa mais fácil, aquela roupa que você ama está servindo novamente, esses são alguns sinais de que a mudança de hábitos está fazendo efeito. Persista!

 

10. CRIE METAS POSSÍVEIS

Determine seu objetivo de perda de peso e então estipule pequenas metas a serem conquistadas. Metas realistas. Atingir seu objetivo em etapas torna o processo mais fácil e prazeroso. Comemore cada conquista, vale ir ao cinema, viajar, sair para dançar, encontrar aquela amiga que você não vê há tempos ou até mesmo comer um chocolate.

 

É importante deixar claro para vocês que este post não serve só para quem está querendo emagrecer. Serve para todos aqueles que acreditam numa alimentação mais livre e não tão restritiva e focada apenas na aparência física. Estas dicas também servem para melhorar nossa relação com a comida, certo?

 

Beijos e até a próxima!

 

AssinaturaVitória

CRN 41074

www.vitoriatembenutri.com.br

Anúncios

Um comentário sobre “Feel Good: O Top 10 do Emagrecimento Definitivo

  1. Ótimas dicas. Acho que a melhor solução para quem quer emagrecer ou mudar a dieta é estudar sobre a alimentação. Depois que eu estudei sobre RA e fiz certinho eu nunca mais engordei. Emagreci um pouco durante a RA (nunca fui gorda) e depois mantive meu peso mesmo saindo da linha de vez em quando.
    Bjuxxxxxx

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s