Top 5: Preguiça

Hey pessoas!! Como vão??

 

Então… É oficial: acabaram as férias, o Carnaval também acabou e já podemos considerar que o ano começou pra valer…

Só que tá difícil desapegar dos dias de pernas para o ar deixados para trás, viu… E para matar a saudade, os clipes de hoje trazem pessoas fazendo aquilo que muita gente gostaria de fazer agora: ficar deitadinho descansando, dormindo, ou seja, tudo aquilo que alimenta nossa preguicite aguda… 😉

 

1. Selena Gomez – Good For You

Só de ver Selenita nesse sofá, já dá vontade de deitar, gente…

 

2. Rihanna – California King Bed

Na preguiça de sair e socializar, Riri e o boy resolveram nem sair da cama…

 

3. Beyoncé – Rocket

Casualmente sensualizando mas morrendo de preguiça por dentro…

 

4. Kylie Minogue – Slow

É tanta preguiça que a Kylie não onsegue nem se levantar, coitada…

 

5. Maroon 5 – Never Gonna Leave This Bed

Dá pra encomendar uma dessas camas motorizadas?

 

Hm… Depois de ver tanta gente deitada, deu até preguiça de terminar este post…

 

Por hoje é isso e keep exploring!

balão2

Anúncios

Livros: As Resenhas de 2016

Hey pessoas!! Como vão??

 

Como já deixe bem claro no ano passado e no anterior, eu faço a linha “louca da Black Friday” e todo ano saio comprando um monte de livros que eu já estava de olho quando chega esta data e eles entram em promoção.

Aí, como a Black Friday é na última sexta-feira de novembro, uns dois meses depois do meu aniversário, e alguns dias antes do Natal, dá pra imaginar a quantidade de livros que eu ganho/compro nessa brincadeira, né?

Obviamente eles vão, aos poucos, virar resenhas aqui do blog, mas aí eu pensei, que tal deixar as coisas um pouco mais interativas? Já que tem uma galera sangue bom que sempre pinta aqui nos comentários, hoje vou compartilhar com vocês alguns dos livros que estão na minha estante, esperando para serem devorados por mim, para que assim vocês possam me dizer qual deles querem que eu leia primeiro e resenhe. Vai que a sua sugestão é atendida?

Prontos para conhecerem os candidatos?

 

A Herdeira

aherdeira

“No quarto volume da série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil, descubra o que vem depois do “felizes para sempre”.
Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais. Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.”

Para comprar o seu, clique aqui.

Para ler as resenhas dos outros livros da série “A Seleção”, clique aqui, aqui e aqui.

1984

1984

“Winston, herói de 1984, último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceânia não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O´Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que “só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade: só o poder pelo poder, poder puro”.
Quando foi publicada em 1949, poucos meses antes da morte do autor, essa assustadora distopia datada de forma arbitrária num futuro perigosamente próximo logo experimentaria um imenso sucesso de público. Seus principais ingredientes – um homem sozinho desafiando uma tremenda ditadura; sexo furtivo e libertador; horrores letais – atraíram leitores de todas as idades, à esquerda e à direita do espectro político, com maior ou menor grau de instrução. À parte isso, a escrita translúcida de George Orwell, os personagens fortes, traçados a carvão por um vigoroso desenhista de personalidades, a trama seca e crua e o tom de sátira sombria garantiram a entrada precoce de 1984 no restrito panteão dos grandes clássicos modernos.
Algumas das ideias centrais do livro dão muito o que pensar até hoje, como a contraditória Novafala imposta pelo Partido para renomear as coisas, as instituições e o próprio mundo, manipulando ao infinito a realidade. Afinal, quem não conhece hoje em dia “ministérios da defesa” dedicados a promover ataques bélicos a outros países, da mesma forma que, no livro de Orwell, o “Ministério do Amor” é o local onde Winston será submetido às mais bárbaras torturas nas mãos de seu suposto amigo O´Brien.”

Para comprar o seu, clique aqui.

A Teoria de Tudo

ateoriadetudo

“Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é pelo menos diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos – entre eles aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade, Stephen.

Descubra a história por trás de Stephen Hawking, cientista e autor de sucessos como Uma breve história do tempo, que já vendeu mais de 25 milhões de exemplares. Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos, enquanto conhecia a jovem tímida Jane, Hawking superou todas as expectativas dos médicos sobre suas chances de sobrevivência a partir da perseverança de sua mulher. Mesmo ao descobrir que a condição de Stephen apenas pioraria, Jane seguiu firme na decisão de compartilhar a vida com aquele que havia lhe encantado. Ao contar uma trajetória de 25 anos de casamento e três filhos, ela mostra uma história universal e tocante, narrada sob um ponto de vista único.

Stephen Hawking chega o mais próximo que alguém já conseguiu de explicar o sentido da vida, enquanto Jane nos mostra que já o conhecia desde sempre: ele está na nossa capacidade de amar e de superar limites em nome daqueles que escolhemos para compartilhar a vida.
O livro que inspirou o emocionante filme A Teoria de Tudo.”

Para comprar o seu, clique aqui.

Para ler a resenha do filme inspirado no livro, clique aqui.

Grey

grey

“Na voz de Christian, e através de seus pensamentos, reflexões e sonhos, E L James oferece uma nova perspectiva da história de amor que dominou milhares de leitores ao redor do mundo.

Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido.

Será que, com Ana, Christian conseguirá dissipar os horrores de sua infância que o assombram todas as noites?

Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece?”

Para comprar o seu, clique aqui.

Para ler a resenha sobre o filme “50 Tons de Cinza”, clique aqui.

De Repente

derepente

“De repente – Samantha Rousseau é uma garota que está acostumada a sujar as mãos. Ela faz mestrado em biologia da vida selvagem enquanto ajuda a cuidar de seu pai doente. Logo, não tem tempo para fofocas de celebridades, roupas da moda ou férias em algum paraíso do Caribe.

Quando a duquesa do pequeno país da Lilaria a convida para jantar, Samantha pensa que é para discutir uma doação para sua pesquisa universitária. Mas a verdade mudará o curso de sua vida de uma maneira que ela nunca sonhou.

Alex D’Lynsal, príncipe da Lilaria, já rendeu muitas manchetes escandalosas à imprensa. Mas as últimas fotos divulgadas o levaram a fugir para a América e desistir de vez das mulheres. Isto é, até ele conhecer Samantha! Ela é teimosa, determinada e incrivelmente sexy. Sem mencionar que é herdeira de um Estado inteiro, o que a coloca constantemente na primeira página de qualquer jornal.

Enquanto Sam aprende a viver em um mundo de política e riqueza, ela também precisa se esquivar de seus sentimentos crescentes por Alex. Afinal, se entregar a eles significaria mais do que apenas se apaixonar; significaria aceitar o peso de uma nação sobre seus ombros.”

Para comprar o seu, clique aqui.

Pronto, Exploradores! Estes foram os livros que eu ganhei/comprei desde o meu aniversário em setembro até agora. Todos eles vão virar resenhas aqui, mas qual vocês acham que eu deveria ler primeiro? Não esqueçam de comentar e se por acaso você já tiver lido algum deles e tiver feito uma resenha, deixa o link aí pra mim!

Por hoje é isso e keep exploring!

balão2

Barulho: Beyoncé – Formation

Hey pessoas!! Como vão??

 

No último sábado, enquanto você se acabava nos bloquinhos de Carnaval, a diva-master-incrível-absoluta-pica-das-galáxias, Mrs. Beyoncé Giselle Knowles-Carter estreou o clipe de seu novo single: Formation.

Ainda não viu? Então, bora conferir…

 

 

Ok, vamos lá… Tem tanta coisa dando certo nessa música e nesse clipe, gravado em New Orleans, cidade berço do jazz e capital da cultura negra americana, que fica até difícil falar sobre, então, vamos por partes:

A letra da música:

Com uma letra que é tipo uma mistura de hino da rebeldia contra o racismo e resposta aos recalcados, a Bey mandou vários recados…

Para aqueles que falam da demora para lançar novos trabalhos…

Bitch, I’m back by popular demand (Vadia, eu estou de volta por apelo popular)

Para quem adora falar que ela só faz sucesso porque é Illuminati…

Y’all haters corny with that illuminati mess (Vocês haters são tão bregas com essa merda de illuminati)

Para aqueles que criticaram o cabelo afro da Blue…

I like my baby hair, with baby hair and afros (Eu gosto do cabelo da minha neném, com cabelo de neném e afros)

Para os racistas…

I like my negro nose with Jackson Five nostrils (Eu gosto do meu nariz negro com narinas estilo Jackson Five)

E ainda deixa um recado para os negros!

You might just be a black Bill Gates in the making (Você pode ser o futuro Bill Gates negro)

Letra completa e tradução aqui.

E isso foi só o começo! Ainda tem os figurinos lacradores, que mostram todo o orgulho da Beyoncé por ter nascido negra e ser do Texas…

 

figurino1

figurino3

figurino6

figurino2

Fonte: Vogue

E por fim, só pra jogar na cara da sociedade que ela pode, teve a coreografia que eu tenho certeza que toda a BeyHive (fãs da Bey) já sabe de cór!

 

coreo1

coreo2

coreo3

coreo4

Para mais gifs, clique aqui.

 

E depois de tudo isso não tem mais o que falar, né? Tá bafo, tá divo, tá lacrador, tá tiro, porrada e bomba! E o mais importante de tudo: tá inspirador!

Por hoje é isso e get in #Formation!

balão2

 

Indicados ao Oscar 2016 Que Eu Quero Assistir

Hey pessoas!! Como vão??

 

Terça-feira de Carnaval, coincidentemente meu último dia de férias, e eu que não boba nem nada vou é passar esse dia quietinha em casa, aproveitando minhas últimas horas de pernas para o ar…

E não há maneira melhor de fazer isso senão fazendo uma maratona dos filmes que foram indicados ao Oscar desse ano para definir qual será minha torcida quando a grande festa do cinema acontecer.

Então, se você também faz parte do Bloco dos Entocados, junte-se a mim e escolha seus favoritos na corrida pelo maior prêmio do cinema internacional… 😉

 

Carol

A jovem Therese Belivet (Rooney Mara) tem um emprego entediante na seção de brinquedos de uma loja de departamentos. Um dia, ela conhece a elegante Carol Aird (Cate Blanchett), uma cliente que busca um presente de Natal para a sua filha. Carol, que está se divorciando de Harge (Kyle Chandler), também não está contente com a sua vida. As duas se aproximam cada vez mais e, quando Harge a impede de passar o Natal com a filha, Carol convida Therese a fazer uma viagem pelos Estados Unidos.

Indicações: Melhor Atriz (Cate Blanchett); Atriz Coadjuvante (Rooney Mara); Melhor Trilha Sonora; Melhor Roteiro Adaptado; Melhor Fotografia e Melhor Figurino.

 

A Garota Dinamarquesa

Cinebiografia de Lili Elbe (Eddie Redmayne), que nasceu Einar Mogens Wegener e foi a primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de gênero. Em foco o relacionamento amoroso do pintor dinamarquês com Gerda (Alicia Vikander) e sua descoberta como mulher.

Indicações: Melhor Ator (Eddie Redmayne); Melhor Design de Produção e Melhor Figurino.

 

Joy

Criativa desde a infância, Joy Mangano (Jennifer Lawrence) entrou na vida adulta conciliando a jornada de mãe solteira com a de inventora e tanto fez que tornou-se uma das empreendedoras de maior sucesso dos Estados Unidos.

Indicações: Melhor Atriz (Jennifer Lawrence).

 

Os Oito Odiados

Durante uma nevasca, o carrasco John Ruth (Kurt Russell) está transportando uma prisioneira, a famosa Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), que ele espera trocar por grande quantia de dinheiro. No caminho, os viajantes aceitam transportar o caçador de recompensas Marquis Warren (Samuel L. Jackson), que está de olho em outro tesouro, e o xerife Chris Mannix (Walton Goggins), prestes a ser empossado em sua cidade. Como as condições climáticas pioram, eles buscam abrigo no Armazém da Minnie, onde quatro outros desconhecidos estão abrigados. Aos poucos, os oito viajantes no local começam a descobrir os segredos sangrentos uns dos outros, levando a um inevitável confronto entre eles.

Indicações: Melhor Trilha Sonora; Melhor Fotografia e Melhor Atriz Coadjuvante (Jennifer Jason Leigh).

 

O Regresso

1822. Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) parte para o oeste americano disposto a ganhar dinheiro caçando. Atacado por um urso, fica seriamente ferido e é abandonado à própria sorte pelo parceiro John Fitzgerald (Tom Hardy), que ainda rouba seus pertences. Entretanto, mesmo com toda adversidade, Glass consegue sobreviver e inicia uma árdua jornada em busca de vingança.

Indicações: Melhor Filme; Melhor Ator (Leonardo DiCaprio); Melhor Diretor; Melhor Design de Produção; Melhor Fotografia; Melhor Figurino; Melhores Efeitos Visuais; Melhor Montagem; Melhor Ator Coadjuvante (Tom Hardy); Melhor Edição de Som; Melhor Mixagem de Som e Melhor Cabelo e Maquiagem.

 

A Grande Aposta

Michael Burry (Christian Bale) é o dono de uma empresa de médio porte, que decide investir muito dinheiro do fundo que coordena ao apostar que o sistema imobiliário nos Estados Unidos irá quebrar em breve. Tal decisão gera complicações junto aos investidores, já que nunca antes alguém havia apostado contra o sistema e levado vantagem. Ao saber destes investimentos, o corretor Jared Vennett (Ryan Gosling) percebe a oportunidade e passa a oferecê-la a seus clientes. Um deles é Mark Baum (Steve Carell), o dono de uma corretora que enfrenta problemas pessoais desde que seu irmão se suicidou. Paralelamente, dois iniciantes na Bolsa de Valores percebem que podem ganhar muito dinheiro ao apostar na crise imobiliária e, para tanto, pedem ajuda a um guru de Wall Street, Ben Rickert (Brad Pitt), que vive recluso.

Indicações: Melhor Filme; Melhor Diretor; Melhor Roteiro Adaptado; Melhor Montagem e Melhor Ator Coadjuvante (Christian Bale).
Agora só nos resta fazer nossas apostas para quem leva a estatueta de ouro! Olha, eu estou realmente torcendo para o Leonardo DiCaprio finalmente levar seu primeiro Oscar, mas devo admitir que acho que o Eddie Redmayne vai acabar levando de novo!
E vocês? Já têm seus favoritos?
Por hoje é isso e keep exploring!
 balão2

Top 5: Fantasias de Carnaval

Hey pessoas!! Como vão??

 

Aposto como vocês acharam que o blog não ia funcionar essa semana por causa do Carnaval, né? Mas é claro que o L’Explorateur não poderia deixar a maior festa nacional passar em branco!

Bom, como vocês sabem, eu moro em São Paulo e nos últimos 3 anos, os paulistas têm saído às ruas para aproveitar o Carnaval em blocos pelas ruas da cidade, trazendo de volta um costume antigo, mas que já tinha ficado para trás… Aí, com isso, cada ano que passa, os foliões têm que quebrar a cabeça para pensar em uma fantasia criativa e barata pra curtir a brincadeira.

Pensando nisso, hoje o blog traz para aqueles que ainda não escolheram suas fantasias, cinco clipes para servirem de inspiração, que tal?

Depois desse Top 5, até quem não é fã de Carnaval vai se inspirar! 😉

 

1. Katy Perry – Roar

Dá total pra fazer a Jane com esse clipe da Katy. Fora que a possibilidade de passar calor nessa fantasia é praticamente zero.

 

2. Iggy Azalea – Fancy

E já que os anos 90 voltaram com tudo ano passado, que tal fazer igual à Iggy e se inspirar no seu filme favorito da década? A Iggy se inspirou em “As Patricinhas de Beverly Hills”.

 

3. Bruno Mars – The Lazy Song

Cabeça de macaco, camisa xadrez, óculos escuros e pronto! Boa ideia, Bruno!

 

4. Britney Spears – Toxic

Se ainda der tempo, corre na loja de fantasias mais próxima e vai de aeromoça mesmo! Se alguém perguntar, diz que você é a Britney em “Toxic”. 😉

 

5. Red Hot Chili Peppers – Dani California

Nesse clipe aqui os caras do Red Hot representaram as várias caras do rock. Basta escolher a sua favorita e se inspirar! E tem um plus: você e seus amigos podem sair juntos, cada um representando um estilo de rock, que tal?

 

Tá vendo como é fácil sair do lugar comum e escolher uma fantasia de arrasar?

Bom, quanto a mim, meu Carnaval vai ser na base do churras com a família de dia e maratonas de Netflix à noite e eu acho isso lindo!

 

Por hoje é isso e happy Carnaval!

bannerpostagemcoletiva

balão2

Barulho: Coldplay feat. Beyoncé – Hymn for the Weekend

Hey pessoas!! Como vão??

 

Na última sexta-feira, após o bombástico vazamento do novo CD da Rihanna, minha musa master absoluta Queen Bey provou que não precisa de muito pra ofuscar as inimigas e virou assunto nas redes sociais ao aparecer toda trabalhada no Caminho das Índias no novo clipe do Coldplay. Já assistiu? Ainda não? Então confere aí:

 

 

“I-oh-I-oh-I

Got me feeling drunk and high

So high, so high

Oh-I-oh-I-oh-I

Now I’m feeling drunk and high

So high, so high”

Preciso dizer que estava de olho nesse último álbum do Coldplay faz tempo, até pensei em fazer um “Barulho” por aqui falando sobre ele. Eu sabia também que tinha uma música em parceria com a Beyoncé nele, só não achava que o clipe dessa música fosse ser tão lacrador!

Gravado na Índia em pleno Holi (festival das cores realizado entre fevereiro e março para celebrar a chegada da primavera), o clipe conta com os integrantes da banda passeando pela cidade enquanto Beyoncé faz o papel de uma estrela de Bollywood que aparece em um filme que Chris Martin, vocalista da banda, está assistindo em um cinema.

Caprichado como já é marca registrada tanto da Bey, quanto dos caras do Coldplay, o clipe é uma verdadeira explosão de cores e cenas lindas, capazes de animar o dia de qualquer pessoa e nos fazer suspirar e morrer de vontade de estar lá. E o mais legal é que a população não faz só figuração como estamos acostumados a ver. Acontece uma interação entre eles e os artistas e há momentos em que o povo verdadeiramente rouba a cena, é lindo de ver!

 

coldplay

Nota 10, meninos!

A música é contagiante e tem tudo para ser um hit. A participação de Beyoncé nos vocais é delicada e discreta, mas não precisa de mais do que isso para ser a perfeita harmonia com a voz do Chris Martin. O Coldplay está realmente de parabéns pelo lançamento e, levando em consideração todos os últimos singles lançados e seus respectivos sucessos, só podemos esperar que seu show no intervalo do Super Bowl 2016 seja um verdadeiro acontecimento.

E antes de acabar, vamos tirar um momento para admirar a beleza da Queen Bey no clipe? Hahaha

Beyoncé-Hymn-Weekend-GIFs

Ela está tão linda que a Guru Master da Maquiagem, Bruna Tavares do Pausa Para Feminices não perdeu tempo e fez um tutorial dessa make, ou seja, já dá pra sair por aí de BeyoncéDivadasÍndias nesse Carnaval!  😉

Agora, me digam vocês, curtiram o clipe? Houve quem dissesse que houve “apropriação cultural” pelo fato de eles lucrarem em cima de uma cultura que não é deles. Vocês concordam?

 

Por hoje é isso e keep exploring!

balão2

Top 5: Good Vibes

Hey pessoas!! Como vão??

 

Segundo mês do ano começando e nada como dar uma reforçada no bom astral, para garantir caminhos abertos o ano inteiro, né?

Pois bem, nossa lista de hoje traz 5 músicas que eu acho mais “good vibes”, aquelas que tem letras com belas mensagens carregadas de boas energias pra deixar nosso ano mais leve. Então, relaxem, absorvam as boas vibrações e dêem o play em mais um Top 5 feito com todo carinho pra vocês!

 

1. Forfun – Morada

“Observo a mim mesmo em silêncio
Porque é nele onde mais e melhor se diz
Me ensino a ser mais tolerante, não julgar ninguém
E com isso ser mais feliz
Sendo aquele que sempre traz amor
Sendo aquele que sempre traz sorrisos
E permanecendo tranquilo aonde for
Paciente, confiante, intuitivo”

2. Saulo Fernandes – Prece ao Coração

“Para afastar a solidão
Eu faço preces ao coração
Pra um novo amor
Eu danço
Pra ser feliz
Eu canto
Para ter dinheiro
Trabalho
Pra ter sabedoria
Me calo”

3. Bob Marley – Is This Love?

“Eu quero amá-la e tratá-la bem

Eu quero amar você a cada dia e cada noite

Estaremos juntos com um teto bem em cima das nossas cabeças

Nós iremos compartilhar o refúgio da minha cama de solteiro

Iremos partilhar o mesmo quarto, sim, porém Jah proverá o pão”

4. Charlie Brown Jr. – Lugar ao Sol

“Um dia eu espero te reencontrar numa bem melhor
Cada um tem seu caminho, eu sei foi até melhor
Irmãos do mesmo Cristo, eu quero e não desisto
Caro pai, como é bom ter por quê se orgulhar
A vida pode passar, não estou sozinho
Eu sei se eu tiver fé eu volto até a sonhar”

5. Scracho – Lado Bê

“Calma, mantenha a calma
Que sempre vai haver alguém
Que vai poder te completar a
Alma, mantenha a calma
Que sempre vai haver alguém
Não se esqueça”

Pronto, pessoas!! Caminhos abertos, good vibe mode on e agora é só partir pro abraço! Agora, me contem, qual música vocês curtem que tem uma letra que passe uma mensagem bacana e essa pegada “good vibe”?

Por hoje é isso e keep exploring!

balão2