Livro: Eleanor e Park

Hey people…

 

Eu não sou do tipo que tem autor, banda ou seriado favorito… Eu vou lendo, ouvindo, assistindo e vou gostando. Simples assim!

Mas a Rainbow Rowell tá ganhando um espacinho lindo na minha estante.
O primeiro livro que eu li dela foi FanGirl (clique aqui pra saber sobre esse livro) e eu gostei muiiiiitoooo mesmo, com Eleanor e Park não foi diferente. Se eu pudesse descrever esse livro com uma música, com certeza seria O que é que tem – Jorge e Mateus, não tem forma melhor de descrever esse livro do que com essa música.

“E quando o sol chegar/A gente ama de novo/A gente liga pro povo, fala que ta namorando/E casa semana que vem. Deixa  o povo falar, o que é que tem?/Eu quero ser lembrado com você/Isso não é problema de ninguém…”

Eu sei que vocês querem saber mais sobre o livro, então…

 Eleanor & Park

71LkLmxqgjL

” Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.”

Gente, esse livro é lindo, triste e aborda alguns assuntos bem complicados, ele fala sobre o primeiro amor, bullying, drogas e violência doméstica. Pesado, né?

No finalzinho dele, eu senti uma pegada de John Green, onde o final foi totalmente inesperado. Na real, foi um final sem final, mas vamos à resenha!

eleanor_and_park_by_candy8496-d6uzxjp

 

Eleanor é uma menina ruiva, com sardas pelo corpo inteiro e gordinha que está começando numa nova escola, onde todos se conhecem há tempos e onde toda e qualquer pessoa diferente sofre algum tipo de preconceito. Ela vive com sua mãe, seus 4 irmãos e o padrasto (um péssimo padrasto) em condições deploráveis, sem comida, sem escovas de dente, sem roupas do seu próprio tamanho, sem privacidade (além de dividir o quarto com os irmãos, a casa onde eles vivem não tem porta no banheiro), sem ajuda de ninguém, o que faz com que ela se torne bastante distante e indiferente com o resto do mundo.

Sabe quando todo mundo pensa que seria ótimo que as escolas daqui fossem iguais as dos EUA? Eu só imagino a m**** que seria, porque os adolescentes daqui já são maldosos, se existissem armários, trocas de roupa pra educação física, bailes diversos, eu fico imaginando quantas pessoas iriam restar nos colégios!!

Park é um garoto mestiço, meio nerd, sossegado com a vida, praticante de artes marciais, meio rockeiro e diferente de todos os outros garotos da sua escola. Tem pais amorosos e um irmão mais novo, ele é meio que viciado em gibis e gravar musicas favoritas em fita cassete (saudades dessa época) e ele é capaz de mudar o mundo, ou pelo menos, tentar mudar o mundo!!

O livro é escrito de uma forma bem divertida, sabe aqueles livros em que cada capitulo é uma pessoa que conta sua parte da história? Esse livro é parecido, a diferença é que em um capitulo tem a opinião dos dois sobre o que está acontecendo no momento. É bem legal ver o ponto de vista dos dois personagens em um mesmo momento e o mais legal é quando a autora vai intercalando as sequências, dá um toque todo diferenciado à historia!

tumblr_ni7cxfCb1Y1qmxeato1_1280

 

A história fala da beleza do primeiro amor, de descobrir coisas e sentimentos novos, de querer aproveitar cada minuto com a outra pessoa, de fazer promessas, de viver como se o mundo girasse em torno do outro. Me fez lembrar como é se apaixonar, me fez lembrar do meu primeiro namorado e de como a gente achava que seria pra sempre e que o nosso amor não acabaria nunca.

Fala também sobre a violência doméstica e de como isso pode atingir toda uma família. O padrasto de Eleanor é um alcoólatra viciado em drogas e que adora espancar a esposa quando é contrariado, ele colocou ela pra fora de casa, e sua mãe deixou ela com os vizinhos durante UM ANO INTEIRO até poder aceitar ela de novo, sua mãe nunca pode comprar comida sem que seu marido deixe, fora os tapas que ela recebe no meio da noite e que faz com que todos os filhos queiram sumir ao ouvir os gritos da mãe. É um assunto complicado que somente quem vive esse tipo de coisa pode descrever como é ou porque da maioria não denunciar o agressor antes que seja tarde demais. O padrasto dela me faz pensar naquele filme “O Padrasto“. 

O livro é bem curtinho mas te faz viajar pra outra parte do universo, ou outra parte da tua vida e é gostoso de ler. Vale a pena ler esse livro e se divertir em poucas páginas.

“I’m the son and the heir…” ♪♫

Eu espero que essa música fique na tua cabeça da mesma forma que ficou na minha kkkkkkkk

Você pode comprar o livro clicando aqui.

AssinaturaPamella

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s