Filme: A Teoria de Tudo

Hey pessoas!! Como vão??

 

Peguem seus lencinhos porque o filme sobre o qual eu vou falar hoje vai emocionar vocês…

A Teoria de Tudo
thetheoryofeverything
“Baseado na biografia de Stephen Hawking, o filme mostra como o jovem astrofísico (Eddie Redmayne) fez descobertas importantes sobre o tempo, além de retratar o seu romance com a aluna de Cambridge Jane Wide (Felicity Jones) e a descoberta de uma doença motora degenerativa quando tinha apenas 21 anos.”

 

Não sou a pessoa mais indicada do mundo para falar sobre filmes porque, assim que eu piso fora da sala de cinema, eu esqueço metade deles e preciso assistir de novo para me lembrar.

Mas não esse filme… Eu tenho a impressão de que “A Teoria de Tudo” vai ficar gravado na minha memória por um bom tempo, simplesmente por ter sido o filme mais inspirador que eu já vi nos últimos tempos, e olha que na minha listinha de filmes inspiradores, ele agora está acima de “À Procura da Felicidade” e isso é algo grande!

Só que, se você acha que esse filme é inspirador porque conta a história da doença que colocou o astrofísico Stephen Hawking em cima de uma cadeira de rodas, você está redondamente enganado. Esse filme não é sobre doenças ou morte. É um filme sobre a vida…

Uma das melhores coisas sobre esse filme é o fato de que, mesmo se tratando de uma biografia, ele não conta a história de Stephen desde o começo, passado por sua infância, juventude e a decisão de se tornar astrofísico. Ele conta a história a partir do momento em que Stephen conhece Jane e se apaixona. Então, na verdade, trata-se de uma história de amor.

Trata-se de como a Jane ficou do lado do Stephen quando ele descobriu que estava com esclerose lateral amiotrófica (a doença do balde de gelo) e não deixou que ele desistisse de viver, mesmo sabendo que o diagnóstico dos médicos dizia que ele só tinha mais dois anos de vida. Jane foi um anjo na vida de Stephen, acreditando nos sonhos dele, ajudando-o a contrariar as expectativas, sempre cuidando de tudo. Mas eu acho que o mais importante, foi como o filme mostrou que a Jane foi um anjo sim, mas não era perfeita, inclusive, o filme mostrou que o Stephen também não era perfeito.

O tempo todo que eu assitia, eu oscilava entre pensar “o que eu faria se fosse a Jane” e “o que eu faria se fosse o Stephen”. Será que eu teria a coragem de deixar a minha vida e os meus sonhos de lado e colocar as prioridades de outra pessoa acima das minhas como um compromisso para a vida? Será que, diante de um diagnóstico frustrante e da possibilidade da minha vida ser mais curta do que eu esperava, além de muito difícil, eu teria forças para seguir em frente e pressa para realizar minhas conquistas? Ou eu me entregaria à depressão? A resposta aos meus questionamentos veio mais para o final do filme, quando durante um discurso, Stephen solta uma frase que deu um soco na minha cara e que eu vou carregar comigo de agora em diante:

stephenhawkinkillerquote

“Por mais difícil que a vida possa parecer, sempre existirá algo que você possa fazer e ter sucesso…”

Vale prestar atenção também na atuação dos protagonistas, principalmente do Eddie Redmayne. As partes em que o Stephen não pode falar e tudo o que ele tem para se expressar são os olhos te fazem perceber o quanto ele estudou para executar o papel, o quanto ele se entregou e o quanto ele acreditava naqueles sentimentos como se fossem dele.

E é isso… Um filme lindo, bem feito, inspirador, que me fez rir (sim!), que me emocionou e que vai ficar para sempre gravado na minha memória. Tomara que ele ganhe todos os Oscars aos quais foi indicado. E para aumentar a vontade de quem está a fim de ver esse filme, vou deixar o trailer abaixo:

Por hoje é isso e keep exploring!

balão2

Anúncios

Um comentário sobre “Filme: A Teoria de Tudo

  1. Pingback: Livros: As Resenhas de 2016 |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s